acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Alternativa

Rio Grande do Norte prepara mão de obra para eólicas

19/08/2010 | 10h11
À espera do próximo leilão de fontes alternativas de energia, marcado para o final deste mês, o Estado do Rio Grande do Norte já se preocupa com a mão de obra que será preciso qualificar.


A energia eólica ainda não conta com técnicos e engenheiros suficientes para suprir a demanda no Brasil.


A ideia é tornar a região "referência mundial em energia limpa, não só em produção como em consumo", nas palavras do coordenador de energia do Estado, Tibúrcio Batista Filho.


Para isso, o governo passou a articular com indústrias e escolas técnicas locais a formação de trabalhadores que poderão também atuar no que se transformará em um polo fabricante de equipamentos para energia eólica, segundo o governo. "Estamos esperando o resultado do leilão da próxima semana para quantificarmos a necessidade de turmas", afirma Batista Filho.


O Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis, que antes só trabalhava gás natural, passou a abranger energias renováveis. No último leilão, o Estado foi contemplado com 23 projetos, de 657 MW, e investimentos de R$ 3,5 bilhões.


"O que chama a atenção nos projetos de eólicas é que há vontade dos investidores de alavancar projetos de crédito de carbono", afirma Maria Beatriz Mello, sócia do Trench, Rossi e Watanabe.


O escritório tem no portfólio investimentos de R$ 800 milhões em projetos de eólicas que compreendem seis parques de 170 MW de capacidade instalada.


Fonte: Folha de S.Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar