acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Produção de etanol hidratado cresce 57%; açúcar cai 23%

25/07/2018 | 17h06

A Unica divulgou nesta quarta-feira (25) a atualização quinzenal da safra 2018/2019 de cana-de-açúcar na região Centro-Sul do Brasil referente à 1ª quinzena de julho. No período, a produção de etanol hidratado cresceu consideravelmente, sendo a maior produção quinzenal da série histórica. Já o volume de moagem e as fabricações de anidro e açúcar caíram.

De acordo com a relatório, a quantidade de cana processada pelas unidades do Centro-Sul somou 44,88 milhões de toneladas na primeira quinzena de julho. O resultado é 6,50% inferior às 48 milhões de toneladas verificadas no mesmo período na safra 2017/2018. Deste montante, apenas 38,40% da matéria-prima foi destinada à fabricação de açúcar, contra os 50,41% registrados na mesma data de 2017.

A fabricação de açúcar, como consequência, retraiu 23,30% no período, alcançando 2,39 milhões de toneladas. A de etanol cresceu 26,24%, totalizando 2,39 bilhões de litros, contra 1,89 bilhão fabricados em igual período do ciclo 2017/2018.

O destaque fica para a produção de etanol hidratado, que atingiu 1,60 bilhão de litros, a maior produção quinzenal da série histórica. Esse resultado representa um crescimento de 52,71% em relação ao mesmo período de 2017.

O volume de anidro fabricado totalizou 790,74 milhões de litros nos primeiros quinze dias de julho, com queda de 6,53% ante os 845,95 milhões de litros registrados na mesma quinzena do ano anterior.

Acumulado

Do início da safra até 16 de julho, a produção de açúcar atingiu 12,14 milhões de toneladas e o volume de etanol alcançou 13,45 bilhões de litros, sendo 4,08 bilhões de litros de anidro e 9,37 bilhões de litros de hidratado.

"Caso não tivesse ocorrido mudança no mix das usinas, a produção acumulada de açúcar já teria superado 15 milhões de toneladas. A retração de 57,40 kg de açúcar por tonelada de cana processada verificada em 2017/2018 para 45,39 kg nessa safra, permitiu uma redução próxima a 3,2 milhões de toneladas na fabricação do produto até o momento", observa Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica.

Etanol de milho

Na primeira quinzena de julho de 2018, a produção de etanol de milho totalizou 24,68 milhões de litros. No acumulado da safra até 16 de julho foram fabricados 187,80 milhões de litros, registrando incremento de 163% em relação ao volume produzido em igual período do ano passado.

ATR

A Unica divulgou também a qualidade da matéria-prima processada, no Centro-Sul, nos primeiros quinze dias de julho, medida por meio da concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR). Houve um aumento de 7,70%, atingindo 145,47 kg por tonelada em 2018 contra 135,07 kg na mesma quinzena do último ano. No acumulado até 16 de julho, o indicador de qualidade totalizou 131,86 kg de ATR por tonelada, mantendo a alta de 5,10% em relação ao valor da safra 2017/2018.



Fonte: Redação/Assessoria UDOP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar