acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

Petróleo opera em alta, ainda apoiado por temores sobre a oferta

25/09/2018 | 22h04

O petróleo opera em alta na manhã desta terça-feira, mesmo após o contrato do Brent encerrar ontem na máxima em quatro anos. A commodity é ainda apoiada pela decisão do fim de semana da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e de outras nações aliadas, como a Rússia, de manter seus níveis de produção.

Às 7h44 (de Brasília), o petróleo WTI para novembro subia 0,64%, a US$ 72,54 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para novembro avançava 1,03%, a US$ 82,04 o barril, na ICE.

Reunidos na Argélia no domingo, a Opep e seus aliados reiteraram que pretendem respeitar as atuais cotas de produção, implementadas inicialmente no início de 2017. Os produtos não anunciaram planos específicos para elevar a produção, aparentemente desafiando os pedidos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que o cartel eleve a produção para que os preços caiam.

"As preocupações sobre a oferta aumentam, conforme se aproxima o embargo ao Irã, o que apoia os preços", comenta Norbert Ruecker, diretor de pesquisas em commodities do Julius Baer. Os EUA devem impor sanções sobre as exportações iranianas em 4 de novembro, após abandonarem o acordo internacional sobre o programa nuclear de Teerã. Isso gera temores de problemas na oferta global mais para o fim do ano.

Às 17h30 (de Brasília), o American Petroleum Institute divulga seu relatório semanal sobre estoques de petróleo nos EUA na última semana.



Fonte: Dow Jones Newswires, 25/09/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar