acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Recursos Humanos

Petróleo atrai poucos jovens

08/09/2005 | 00h00

Apesar da disparada do preço do barril e dos altos lucros das empresas, a indústria petroleira vem se mostrando ``pouco sexy``, ou seja, incapaz de atrair jovens para trabalhar no setor. Segundo especialistas que participam da Conferência Offshore Europe, na Escócia, para conter esse efeito e atrair mão-de-obra jovem e qualificada será preciso mudar de estratégia.
- Devemos atrair os jovens para a indústria petroleira - disse o ministro de Energia britânico, Malcolm Wicks.
Nos últimos anos, o setor de petróleo tem se revelado pouco atraente aos jovens que chegam ao mercado de trabalho. Em 2004, saíram das universidades americanas 50 mil advogados. Já os engenheiros petroleiros foram apenas 450. Entre 1991 e 2001, o número de engenheiros formados por universidades britânicas caiu 50%.
- Devemos trabalhar para melhorar a nossa imagem nas universidades, convencer os jovens de que pode ser cool fazer a carreira no setor - disse Henry McGee, presidente da ConocoPhillips na Europa.
Para a maioria dos jovens, a indústria petroleira tem imagem antiquada e futuro pouco promissor devido ao esgotamento das reservas mundiais. A escassez de engenheiros se soma ao problema de envelhecimento da mão-de-obra, cuja idade média se aproxima dos 50 anos. Em pouco tempo eles deverão se aposentar e as empresas vão ter que buscar empregados entre os jovens.



Fonte: Jornal do Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar