acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
PD&I

Parcerias com empresas vão ajudar o Brasil a recuperar o tempo perdido

25/11/2016 | 17h38
Parcerias com empresas vão ajudar o Brasil a recuperar o tempo perdido
Divulgação Divulgação

De acordo com o ministro Gilberto Kassab, a falta de investimentos e de reconhecimento pelo poder público provocou atraso em setores estratégicos. Para mudar esse cenário, ele defende a participação das empresas nos incentivos à inovação.

O atraso em setores estratégicos para o país se deve à falta de investimentos e de reconhecimento de sua relevância pelo poder público. No entanto, as parcerias com as empresas podem mudar esse cenário. A afirmação é do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, que encerrou, nesta sexta-feira (25), o 8º Fórum de Inovação da Câmara Americana de Comércio (Amcham), em São Paulo (SP). Para o ministro, as atividades de pesquisa necessitam da participação efetiva de recursos públicos, de forma isolada ou, principalmente, por meio de parcerias com o capital privado.

"Infelizmente, a ausência dessa percepção nas últimas décadas nos levou a viver atrasos importantes em setores estratégicos", disse Kassab, em palestra sobre ações prioritárias para a melhoria do ambiente de inovação no Brasil. "Ainda convivemos com falta de planejamento e integração de políticas públicas ao que acontece na sociedade civil e no mundo do capital privado. Isso nos faz rediscutir hoje esse processo de parcerias, apresentar para o país um novo projeto e, com isso, ir atrás do tempo perdido."

O ministro destacou o envolvimento da Câmara Americana de Comércio na temática. "Quando uma instituição como a Amcham abraça o debate da inovação, em busca de provocar os governos e a sociedade civil, no sentido de trazer apoio e maior velocidade para as transformações de que o país precisa, a gente passa a acreditar que é possível, sim, atingir os nossos objetivos."

Em contrapartida aos "gravíssimos problemas" enfrentados por setores estratégicos, nas palavras de Kassab, "temos avançado sensivelmente e talvez até como poucos países em diversos campos, a exemplo da inovação, pela qual, nas últimas décadas, o país passou por grandes transformações".

A programação do fórum incluiu um painel sobre a visão da iniciativa privada acerca dos desafios para inovar no Brasil e outro em torno de investimento na área, com participação do presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Marcos Cintra, e da assessora Denise Neddermeyer, da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).



Fonte: Redação/Assessoria MCTIC
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar