acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Resultados

OGX mostra os resultados de seus dois anos

02/10/2009 | 14h15
A OGX, empresa de petróleo e gás do grupo EBX apresentou hoje, na reunião Apimec 2009, os resultados alcançados desde o início das suas operações, há 2 anos. Estavam presentes ao evento, Marcelo Torres, diretor financeiro da OGX, Reinaldo Belloti, diretor de desenvolvimento de produção da OGX, Paulo Mendonça, diretor geral e de E&P da OGX.


Em 2007, a OGX conseguiu 21 dos 23 blocos disponíveis na 9ª rodada. Com R$7,8 bilhões em caixa, a companhia possui investimentos nas bacias de Campos, Santos, Espírito Santo, Pará-Maranhão e do Parnaíba, onde detém 70% de participação em sete blocos, com perspectiva de 4,8 bilhões de boe. A expectativa para este campo é em relação ao seu potencial de gás.


Para auxiliar nas atividades de perfuração nas Bacias de Santos e Campos, a empresa contratou de grandes companhias internacionais, sete barcos de apoio e dois helicópteros. Além disso, o grupo está investindo na construção de seus próprios equipamentos, o que irá gerar uma nova empresa, possivelmente chamada OSX. A partir do próximo ano, a companhia já terá reservas de petróleo provadas.


A OGX informou que pretende perfurar nos próximos quatro anos cerca de 50 poços de petróleo. Além disso, ela está investindo em tecnologia, com uma sala de visualização em 3D e o Centro Integrado de Apoio Operacional, que dará suporte à empresa para tomada de decisões operacionais, análise/redução de riscos e otimização de projetos. As empresas Schlumberger, Miswaco e Geoservices estarão unidas no fornecimento de serviços nesse centro.


Durante o evento, a OGX recebeu da Apimec o Selo Assiduidade Apimec, pelos dois anos de reuniões com a associação. O diretor-geral da OGX, Paulo Mendonça, disse que os focos da EBX são investir no Brasil, em infraestrutura e integrar os setores de mineração, térmicas e de petróleo.



Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar