acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Smart Grid

Novas redes de energia devem atrair R$ 22 bilhões

25/11/2010 | 09h49
O Brasil está prestes a combater a defasagem tecnológica no setor de energia e a investir na implantação de redes inteligentes ("smart grids"). A Agência Internacional de Energia estima que a modernização nos 90 países que a adotam exigirá investimentos de US$ 13 trilhões em todo o mundo nos próximos 20 anos.
 
 
No Brasil, a implantação, ainda em fase de regulamentação pelo governo, abre para as empresas de tecnologia um potencial de negócios de pelo menos R$ 22,4 bilhões, segundo cálculos da consultoria Accenture, que estima um gasto de cerca de US$ 200 (R$ 344) por medidor eletrônico. Esse seria o valor necessário para substituir 65 milhões de medidores em uso e implantar sensores ao longo das redes de distribuição, conectados a um sistema integrado de tráfego de dados e de energia.
 

Os medidores são capazes de informar, por exemplo, o custo do KW/h de cada casa em vários horários do dia. Isso será fundamental para que as empresas de energia possam trabalhar com tarifas diferenciadas, estimulando o consumo fora dos picos de demanda.


Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar