acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bioenergia

Nova unidade no Mato Grosso do Sul

14/10/2009 | 09h49

A ETH Bioenergia inicia hoje a operação da unidade Santa Luzia, em Nova Alvorada do Sul (MS). A quarta usina em operação do braço sucroalcooleiro da Odebrecht tem capacidade inicial de moagem de 3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra e será a maior produtora de etanol e energia elétrica do Mato Grosso do Sul. Já na próxima safra deve produzir 180 milhões de litros de álcool.



Segundo a companhia, a unidade vai empregar 1,5 mil funcionários e terá uma colheita de cana 100% mecanizada. No Estado, a ETH já possui Unidade Eldorado, em Rio Brilhante, e o início das operações da Santa Luzia fará com que a capacidade de moagem no Mato Grosso do Sul atinja 5,2 milhões de toneladas. A produção deve chegar a 310 milhões de litros de etanol em 2010/2011.



"Até 2012 a previsão é investir cerca de R$ 400 milhões para elevar a capacidade instalada de moagem da usina para 6 milhões de toneladas por safra", informa José Carlos Grubisich, presidente da ETH Bioenergia.



Além da Unidade Santa Luzia, a ETH Bioenergia tem mais dois projetos "greenfields" de igual capacidade instalada de moagem: a unidade Rio Claro, em Caçu (GO), que iniciou as operações em agosto, e a Conquista do Pontal, em Mirante do Paranapanema (SP), prevista para ser inaugurada ainda em outubro. A primeira fase das três unidades teve investimentos de R$ 1,5 bilhão. A ETH opera também a unidade Alcídia, localizada em Teodoro Sampaio (SP).



Em dois anos de atuação, a empresa iniciará a safra 2010/2011 com capacidade instalada de moagem de 13,2 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra. Até 2012, cada nova unidade receberá mais R$ 900 milhões de investimentos e a capacidade total instalada de moagem da ETH atingirá 28 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra. As novas unidades da ETH Bioenergia também serão cogeradoras de energia elétrica com uma capacidade de produzir 130 MW a partir de 2012.



Fonte: Jornal do Commercio
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar