acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Brasil Offshore 2019

Macaé no centro dos negócios de óleo e gás

28/06/2019 | 09h56

Com a perspectiva do reaquecimento do setor de óleo e gás, a tradicional Rodada de Negócios movimentou o terceiro dia da 10ª edição da Feira Brasil Offshore. O evento termina hoje (28), no Centro de Convenções Jornalista Roberto Marinho, em Macaé, com a presença de grandes compradores do mercado, além de promover o encontro entre essas empresas e as marcas fornecedoras.

A rodada de negócios é promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado e sob a curadoria da Onip, Sebrae e Firjan. O diretor de negócios Paulo Machado representava, pela primeira vez, a negociação de peças do mercado de óleo e gás. “Com a retração da economia essa é uma ótima oportunidade para divulgarmos nossos produtos e, possivelmente, fecharmos algum negócio”, destacou Paulo.

A Brasil Offshore espera receber 50 mil visitantes durante os quatro dias do evento, que reúne produtos e serviços de 600 marcas em exposição e 190 horas de conteúdo técnico gratuito. Cidade sede da feira, Macaé é responsável por 47% da produção nacional de petróleo.

A feira está no topo mundial do segmento e conseguiu atrair para o município mais de 2.500 empresas, um crescimento de 10% em comparação a edição de 2017, sendo o terceiro maior evento offshore do mundo, atrás de Houston e Aberdeen. O evento conquistou reconhecimento por reunir empresas de toda a rede produtiva do setor petrolífero, promovendo as melhores oportunidades de networking e parcerias, em um ambiente altamente técnico e voltado para a aceleração dos negócios nesse segmento. O principal objetivo desta edição é fortalecer a rede de fornecedores e prepará-la para atender as demandas e projetos das operadoras vencedoras dos leilões.

Incentivo à inovação tecnológica

Os setores produtivos da cadeia de óleo e gás, da indústria a serviços, estão relacionados à inovação tecnológica. Para incentivar o desenvolvimento de novos negócios e, consequentemente, a economia, o governo tem apoiado essas iniciativas com o Programa Startup Macaé. O aplicativo Orbis Guia Local, uma rede social de geolocalização e criada para mapear os grupos sociais do município, é um dos destaques no estande da prefeitura, durante a Brasil Offshore.

De acordo com o criador do Orbis, Felipe Pires, os usuários têm a opção de criar e escolher grupos, fazer check in marcando o local com o símbolo do grupo – neste caso, todos que fazem parte ficam sabendo onde aquele membro está. O mapa web disponível no portal da prefeitura (https://orbis.to/c/macae) é a visão do conteúdo do aplicativo, mas não pode ser alterado. Para o usuário participar do mapa social, tem que baixar o Orbis gratuito.

“Além de Macaé, já implementamos o aplicativo na Prefeitura de Búzios e estamos em processo de negociação com outras cidades da região. Macaé está sendo pioneira em apoiar iniciativas como essa. Com certeza, isso vai gerar frutos lá na frente, pois a riqueza do petróleo também gera investimentos em alta tecnologia”, frisou Felipe.

Encontros com RH foi outro evento iniciado na quarta-feira (26), na Sala Garoupa, com o tema Expatriados: Contextualização e Desafios do RH na Gestão de Mobility na Área de Óleo e Gás e, ontem (27), na mesma sala, o tema foi: Cenários da Indústria de Óleo e Gás Seus Desafios e Oportunidades para o RH, tendo como palestrantes Rafael Cordeiro – HR Manager de Schulumbergere e Ricardo Marinho – RH Manager da Transocean.

Os diretores de diversas instituições como Firjan, CV&B, Abespetro, Associação Comercial e Industrial de Macaé (ACIM) e Associação Macaense de Contabilistas (Amacon) e outras importantes empresas do setor de petróleo e gás, promoveram encontro com o público realizando coquetéis e também chamou atenção o enorme grupo de jovens do Viva Rio e Jovem Aprendiz, que ao percorrer as dezenas de stands mostrava-se entusiasmado ao observar que a perspectiva do futuro de óleo e gás não está distante.



Fonte: O Debate, 28/06/2019
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar