acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC Brasil 2013

Honeywell apresenta novo provador de vazão

30/10/2013 | 10h16

 

A Honeywell Process Solutions apresenta o provador de vazão durante esta edição da OTC Brasil. A tecnologia, que funciona como um calibrador das turbinas que fazem a medição fiscal do volume extraído de petróleo, é utilizada por quase um terço dos FPSOs instalados no Brasil.
Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o país conta atualmente com 33 unidades flutuantes de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás natural e, desse número, 10 delas estão equipadas com a solução da Honeywell. Os FPSOs, construídos geralmente a partir da conversão de um navio-tanque, são responsáveis pela medição do petróleo diretamente na extração.
“As características do petróleo extraído, por estar em alto mar, variam constantemente e a medição precisa é muito importante”, disse Willian Louzavio, executivo da divisão Engineered Field Solutions da Honeywell. “O provador de vazão faz a calibração constante do equipamento e garante mais precisão na medição”. 
O sistema utiliza um conjunto com medidores e computadores de vazão que verificam e fornecem um perfil de vazão para os medidores, possibilitando a parametrização do sistema de medição de acordo com as características do fluído a ser medido em relação às mudanças de condições em alto mar.
A solução também atende aos processos de medição fiscal das plataformas de petróleo, de acordo com a resolução da ANP/Inmetro de nº1/2013, assinada em junho desse ano, que estabelece as condições e os requisitos mínimos para conferir credibilidade aos resultados das medições dos volumes produzidos, consumidos, injetados, transferidos e transportados, bem como os importados e exportados.

A Honeywell Process Solutions apresenta o provador de vazão durante esta edição da OTC Brasil. A tecnologia, que funciona como um calibrador das turbinas que fazem a medição fiscal do volume extraído de petróleo, é utilizada por quase um terço dos FPSOs instalados no Brasil.

Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o país conta atualmente com 33 unidades flutuantes de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás natural e, desse número, 10 delas estão equipadas com a solução da Honeywell. Os FPSOs, construídos geralmente a partir da conversão de um navio-tanque, são responsáveis pela medição do petróleo diretamente na extração.

“As características do petróleo extraído, por estar em alto mar, variam constantemente e a medição precisa é muito importante”, disse Willian Louzavio, executivo da divisão Engineered Field Solutions da Honeywell. “O provador de vazão faz a calibração constante do equipamento e garante mais precisão na medição”.

O sistema utiliza um conjunto com medidores e computadores de vazão que verificam e fornecem um perfil de vazão para os medidores, possibilitando a parametrização do sistema de medição de acordo com as características do fluído a ser medido em relação às mudanças de condições em alto mar.

A solução também atende aos processos de medição fiscal das plataformas de petróleo, de acordo com a resolução da ANP/Inmetro de nº1/2013, assinada em junho desse ano, que estabelece as condições e os requisitos mínimos para conferir credibilidade aos resultados das medições dos volumes produzidos, consumidos, injetados, transferidos e transportados, bem como os importados e exportados.

 



Fonte: Redação TN Petróleo/ Ascom Honeywell
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar