acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Grupo aposta na energia nuclear contra mudança climática

08/12/2009 | 09h33
O Fórum Nuclear espanhol oferece a todos os passageiros que partem da capital espanhola com destino a Copenhague, onde acontece a Conferência do Clima, da ONU, sacolas com mensagens que explicam que a energia atômica não emite dióxido de carbono.


Sob o lema "A sua energia pode melhorar o planeta: as centrais nucleares não emitem CO2", as sacolas são entregues aos passageiros que partem em voos de Madri.


O Fórum Nuclear quer aproveitar a conferência sobre clima que começou nesta segunda-feira, na Dinamarca, para renovar o debate sobre a energia nuclear como uma fonte alternativa para gerar eletricidade, e defende que a energia produzida nas centrais não prejudica o meio ambiente.


Por isso, os kits informativos explicam que as centrais nucleares "são parte da solução" e "não emitem gases nem partículas poluentes para a atmosfera".


"A nuclear é a única fonte capaz de produzir grandes quantidades de eletricidade sem contaminar a atmosfera", destaca o Fórum, em comunicado.


"Os oito reatores nucleares que funcionam na Espanha evitam a emissão anual de 40 milhões de toneladas de CO2, equivalentes às emissões de mais de metade do parque automobilístico espanhol", ressaltou o mesmo texto.


O debate sobre a energia nuclear na Espanha tem aumentado, apesar de o governo insistir em que quer apostar em fontes energéticas renováveis, em vez de construir novas centrais ou ampliar mais a vida das atuais.


Delegações de 192 países estão reunidas até 18 de dezembro em Copenhague naquele que já é considerado o maior encontro para debater questões climáticas.


O objetivo é chegar a um consenso sobre um texto para um acordo legalmente vinculativo que concretize os objetivos necessários para assegurar que o aquecimento global não seja superior a dois graus Celsius em relação à era pré-industrial.


Foi confirmada a presença de mais de 100 chefes de Estado e de governo na Conferência do Clima, à qual também assistirão cerca de 15 mil delegados e o próprio secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.


Fonte: Agência Lusa
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar