acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
P&D

Governo quer igualar investimentos públicos e privados em tecnologia

23/03/2012 | 12h17
O ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antonio Raupp, disse nesta sexta-feira (23) que o governo espera, em quatro anos, que os investimentos do setor privado em inovação, ciência e tecnologia atinjam as mesmas cifras do que é aplicado pelo setor público. Hoje, os investimento das empresas representam 0,55% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, enquanto o governo injeta o equivalente a 0,61% do PIB.

“Nossa política para os próximos quatro anos é que os investimentos da parte das empresas e da parte do governo sejam iguais. Metade para cada um. Aumente o global, mas que os dois contribuam igualmente. A questão do desenvolvimento sustentável do país é uma responsabilidade da sociedade como um todo. Não é um problema de um  governo só”, disse o ministro após se reunir com empresários da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Raupp ressaltou que a política do governo é estimular os empresários a serem protagonistas no campo da ciência e da tecnologia e desenvolver um maior intercâmbio entre o setor privado e o sistema gerador de conhecimento, como os institutos tecnológicos e as universidades. “O objetivo não é a criação de institutos de pesquisa, é a criação de uma pauta para os institutos de pesquisa já existentes, ou para institutos que venham a ser desenvolvidos em função das necessidades, da demanda das empresas por serviços tecnológicos”, destacou.

De acordo com o ministro, está em fase de criação a Empresa Brasileira de Pesquisa Industrial e Inovação, que pretende funcionar como geradora de tecnologia para as empresas. “Já está começando, já temos três institutos envolvidos nisso, que é o Instituto de Pesquisa Tecnológica, e o Instituto Nacional de Tecnologia. Não é criar instituto ou envolver instituto ou financiar esse institutos a fazerem pesquisa livre, é para fazer trabalhos de interesse da pauta da indústria”.


Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar