acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Urucu-Coari-Manaus

Governo inaugura gasoduto no Amazonas

26/11/2009 | 09h11
Governo inaugura gasoduto no Amazonas
Governo inaugura gasoduto no Amazonas Governo inaugura gasoduto no Amazonas
O Gasoduto Urucu-Coari-Manaus será inaugurado hoje (26) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A solenidade está marcada para as 10h - 12h em Brasília - na Refinaria Isaac Sabbá (Reman) em Manaus.
 

Obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o gasoduto tem 661 quilômetros de extensão na linha-tronco, que liga Urucu a Manaus, e sete ramais para atendimento às cidades de Coari, Codajás, Anori, Anamã, Caapiranga, Manacapuru e Iranduba. A capacidade inicial de transporte é de 4,1 milhões de metros cúbicos por dia.  

 

As obras do gasoduto, que levará o gás natural da província petrolífera de Urucu, no município de Coari (AM), até a capital amazonense, foram iniciadas em 1º de junho de 2006. A obra gerou aproximadamente 3.400 empregos diretos e 10 mil indiretos. O gás natural será destinado à produção de energia elétrica em termelétricas da região, para atender Manaus e os municípios pelos quais passará a tubulação, beneficiando cerca de 1,5 milhão de pessoas.

 

O gás natural substituirá o diesel e o óleo combustível usados atualmente na produção de toda a energia elétrica consumida pelo Amazonas. A substituição proporcionará uma economia anual de R$ 1,2 bilhão - não só aos amazonenses, mas a todo o país, já que os usuários de energia elétrica subsidiam, por meio da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), o consumo da região. "Isso representa 30% de redução de gás carbônico em relação ao que é emitido hoje", disse o gerente-geral de de Implementação de Empreendimentos da Petrobras, Marcelo Restrum.

 

Segundo o gerente executivo de Operações da estatal, Alcides Santoro, o gás poderá ser comercializado como veicular, residencial ou industrial. "Isso vai depender da distribuidora do estado".

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar