acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Fukushima lançou ao mar mais de mil toneladas de água contaminada

17/09/2013 | 12h14

 

A Tokyo Electric Power (Tepco) - empresa que administra a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão - informou nesta terça-feira (17) ter lançado ao mar 1,13 mil toneladas de água radioativa próximo aos tanques de armazenamento. Apesar dos baixos níveis de radioatividade, a operadora justificou o lançamento pelo receio de as fortes chuvas provocadas pelo Tufão Man-yi, que atingiu o país ontem (16), agravarem a acumulação de água contaminada na usina e provocar um vazamento descontrolado.
Na semana passada, a Tepco já havia confirmado ter identificado elevados níveis de radiação em um canal de escoamento da unidade ao mar.
Os serviços de emergência do Japão continuam hoje em operações de busca por cinco desaparecidos após a passagem do Tufão Man-yi. Os ventos fortes e as chuvas provocadas pelo tufão deixaram, pelo menos, três mortos.
As chuvas torrenciais sem precedentes e os ventos superiores a 160 quilômetros por hora gerados pela tempestade tropical atingiram com violência o Centro do país e obrigaram as autoridades a ordenar o deslocamento de quase 500 mil pessoas por receio de deslizamentos de terra e inundações.
A agência meteorológica japonesa decretou alerta nas principais zonas do Centro, apesar de ter mantido o alerta amarelo e vermelho em zonas do Norte, devido ao risco de inundações e ventos fortes.

A Tokyo Electric Power (Tepco) - empresa que administra a Usina Nuclear de Fukushima Daiichi, no Nordeste do Japão - informou nesta terça-feira (17) ter lançado ao mar 1,13 mil toneladas de água radioativa próximo aos tanques de armazenamento. Apesar dos baixos níveis de radioatividade, a operadora justificou o lançamento pelo receio de as fortes chuvas provocadas pelo Tufão Man-yi, que atingiu o país ontem (16), agravarem a acumulação de água contaminada na usina e provocar um vazamento descontrolado.


Na semana passada, a Tepco já havia confirmado ter identificado elevados níveis de radiação em um canal de escoamento da unidade ao mar.


Os serviços de emergência do Japão continuam hoje em operações de busca por cinco desaparecidos após a passagem do Tufão Man-yi. Os ventos fortes e as chuvas provocadas pelo tufão deixaram, pelo menos, três mortos.


As chuvas torrenciais sem precedentes e os ventos superiores a 160 quilômetros por hora gerados pela tempestade tropical atingiram com violência o Centro do país e obrigaram as autoridades a ordenar o deslocamento de quase 500 mil pessoas por receio de deslizamentos de terra e inundações.


A agência meteorológica japonesa decretou alerta nas principais zonas do Centro, apesar de ter mantido o alerta amarelo e vermelho em zonas do Norte, devido ao risco de inundações e ventos fortes.

 



Fonte: Agência Brasil
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar