acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Iniciativa

Exxonmobil e Petrobras patrocinam o dia do estudante em congresso internacional no Rio

19/11/2009 | 15h15
Três estudantes do 2º ano do Ensino Médio foram premiados, na última terça-feira (17), no Dia do Estudante (Student Education Day), patrocinado pela ExxonMobil e pela Petrobras. A premiação aconteceu durante o  Congresso da AAPG (American Association of Petroleum Geologists), realizado entre 15 e 18 de novembro, no Riocentro, no Rio. A iniciativa faz parte do programa Jovens Talentos para a Ciência, que tem por objetivo promover a inclusão de estudantes da rede pública do Estado do Rio de Janeiro na iniciação científica.

 

Concorreram trabalhos de alunos com idades entre 15 e 18 anos cursando o 2º ano do Ensino Médio ou profissional da rede pública no Estado do Rio. Ao todo, trabalhos científicos de 30 estudantes selecionados por um grupo de professores foram apresentados. Todos  receberam um certificado de participação. O primeiro lugar ganhou um laptop e o segundo e terceiro colocados, uma câmera digital (cada). “Ficamos impressionados com a qualidade dos trabalhos, que superou muito as nossas expectativas”, comemora o professor Jorge Belizário, coordenador geral do programa Jovens Talentos para a Ciência.

 

A primeira colocada este ano foi a estudante Teresa Pontes, que fez uma análise microbiológica da água num assentamento em Campos dos Goytacazes, no interior do estado. De todos os inscritos, Teresa era a única que ainda não tinha computador próprio. Para realizar a sua pesquisa a estudante teve apoio do Laboratório de Fisiologia Bioquímica dos Microorganismos, CBB, UENF.

 

O segundo lugar foi para a pesquisa de Lucas Ribeiro da Mata, que estudou a viabilidade do dimetil-éter como biogasolina, com apóio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense, Campus Macaé. Filipe Miranda foi o terceiro colocado com um trabalho sobre as ações nos rins de peptídios que regulam a pressão arterial que teve coordenação de professores do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho, da UFRJ.

 

Desde que foi criado, em 1999, o Programa Jovens Talentos para a Ciência já premiou dezenas de jovens estudantes, que participaram de eventos científicos nacionais e internacionais. Alguns deles tiveram, inclusive, seus trabalhos reproduzidos em publicações especializadas. O programa é coordenado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e promovido pelo Centro de Ciências do Estado do Rio de Janeiro (CECIERJ) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa Carlos Chagas Filho (FAPERJ), em parceria com Instituições de Pesquisa e Universidades Públicas e Privadas do Estado.

 


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar