acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
OTC 2014

CSL destaca cordas e cabos de fibras sintéticas

06/05/2014 | 13h05

 

CSL destaca cordas e cabos de fibras sintéticas
A Cordoaria São Leopoldo Original (CSL) vai apresentar na feira seus cabos destinados a ancoragem de plataformas permanentes e unidades móveis semi-submersíveis de perfuração offshore (MODU), além dos cabos Hawsers e seus acessórios(Chafe Chains, Buoys, Shackles, Floaters, Integral Floatation, etc...) destinados as operações de offloading/loading em monoboias(SPM's) e atracação de FPSO/FSO aos navios aliviadores. A companhia fornece ao setor de óleo e gás brasileiro e internacional praticamente todo tipo de soluções relacionadas a ancoragem, atracação e reboque com o uso de cabos sintéticos, tais como poliéster, poliamida e HMPE (polietileno).
"Trata-se da principal feira de negócios de petroleo e Gás do Mundo, e portanto a CSL como player global do setor entende que é mandatória a sua participação na feira para divulgarmos a atualização do nosso portfólio de produtos", afirma o diretor presidente da empresa, José Abujamra. O cabo Sierra tanto de poliéster como de HMPE destinados a ancoragem de plataformas permanentes e MODU serão um dos destaques no estande da CSL.
Atualmente a CSL está trabalhando nos projetos dos FPSO's Cidade de Saquarema, Cidade de Maricá e Cidade de Ilhabela, além da participação do projeto dos oito cascos replicantes para plataformas, tipo FPSO, a serem entregues à Petrobras até 2016, para a exploração de petróleo nos blocos BM-S-9 e BM-S-11 na camada do pré-sal da Bacia de Santos. De acordo com o diretor presidente Abujamra, o setor de óleo e gás é muito importante já que representa cerca de 50% do faturamento da empresa.

A Cordoaria São Leopoldo Original (CSL) vai apresentar na feira seus cabos destinados a ancoragem de plataformas permanentes e unidades móveis semi-submersíveis de perfuração offshore (MODU), além dos cabos Hawsers e seus acessórios(Chafe Chains, Buoys, Shackles, Floaters, Integral Floatation, etc...) destinados as operações de offloading/loading em monoboias(SPM's) e atracação de FPSO/FSO aos navios aliviadores. A companhia fornece ao setor de óleo e gás brasileiro e internacional praticamente todo tipo de soluções relacionadas a ancoragem, atracação e reboque com o uso de cabos sintéticos, tais como poliéster, poliamida e HMPE (polietileno).

"Trata-se da principal feira de negócios de petroleo e Gás do Mundo, e portanto a CSL como player global do setor entende que é mandatória a sua participação na feira para divulgarmos a atualização do nosso portfólio de produtos", afirma o diretor presidente da empresa, José Abujamra. O cabo Sierra tanto de poliéster como de HMPE destinados a ancoragem de plataformas permanentes e MODU serão um dos destaques no estande da CSL.

Atualmente a CSL está trabalhando nos projetos dos FPSO's Cidade de Saquarema, Cidade de Maricá e Cidade de Ilhabela, além da participação do projeto dos oito cascos replicantes para plataformas, tipo FPSO, a serem entregues à Petrobras até 2016, para a exploração de petróleo nos blocos BM-S-9 e BM-S-11 na camada do pré-sal da Bacia de Santos. De acordo com o diretor presidente Abujamra, o setor de óleo e gás é muito importante já que representa cerca de 50% do faturamento da empresa.



Fonte: Revista TN Petróleo, Redação
Autor: Maria Fernanda Romero
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar