acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Política

Comissão promove seminário sobre a indústria química

26/11/2013 | 09h52

 

A indústria química brasileira é o tema do seminário que a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados promoverá nesta tarde. Participarão dos debates parlamentares, representantes do governo e do setor.
O presidente da comissão, deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), e o deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) sugeriram a realização do evento, preocupados com a perda de competitividade do setor nos últimos 20 anos. Eles ressaltam que o deficit da indústria química brasileira subiu de 1,5 bilhão de dólares em 1991 para 26,5 bilhões de dólares em 2011.
Abi-Ackel e Jardim apontam a importância social e econômica do setor, que teve 158 bilhões de dólares em vendas no Brasil no ano passado, contribuindo para o emprego em segmentos como fertilizantes, medicamentos, higiene pessoal e defensivos agrícolas, e atendendo importantes setores econômicos como a construção civil e o agronegócio.
Os parlamentares destacam ainda que a aprovação, em agosto, da Medida Provisória 613/13, com incentivos à indústria química, foi um primeiro passo para recuperar o setor. No entanto, eles lembram que duas outras propostas oriundas do trabalho de análise feito pelo Conselho de Competitividade da Indústria Química, no âmbito do Plano Brasil Maior, ainda não foram encaminhadas.
O seminário ocorrerá no Plenário 13, a partir das 14 horas.

A indústria química brasileira é o tema do seminário que a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados promoverá nesta tarde. Participarão dos debates parlamentares, representantes do governo e do setor.

O presidente da comissão, deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), e o deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) sugeriram a realização do evento, preocupados com a perda de competitividade do setor nos últimos 20 anos. Eles ressaltam que o deficit da indústria química brasileira subiu de 1,5 bilhão de dólares em 1991 para 26,5 bilhões de dólares em 2011.

Abi-Ackel e Jardim apontam a importância social e econômica do setor, que teve 158 bilhões de dólares em vendas no Brasil no ano passado, contribuindo para o emprego em segmentos como fertilizantes, medicamentos, higiene pessoal e defensivos agrícolas, e atendendo importantes setores econômicos como a construção civil e o agronegócio.

Os parlamentares destacam ainda que a aprovação, em agosto, da Medida Provisória 613/13, com incentivos à indústria química, foi um primeiro passo para recuperar o setor. No entanto, eles lembram que duas outras propostas oriundas do trabalho de análise feito pelo Conselho de Competitividade da Indústria Química, no âmbito do Plano Brasil Maior, ainda não foram encaminhadas.

O seminário ocorrerá no Plenário 13, a partir das 14 horas.

 



Fonte: Agência Câmara
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar