acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia solar

Com investimento de US$ 110 milhões, Enel inicia construção de nova planta solar de 103 MW no Brasil

13/09/2016 | 12h16

A Enel, por meio de sua subsidiária em energias renováveis Enel Green Power Brasil Participações Ltda. ("EGPB"), iniciou a construção da planta solar Horizonte, que está localizada em Tabocas do Brejo Velho, na Bahia.

"Com o início da construção de Horizonte, a Enel atingiu mais um marco significativo na implementação do seu plano de crescimento no Brasil", disse Carlo Zorzoli, Country Manager da Enel no Brasil. "Mais uma vez, nos posicionamos como um player de energia confiável no mercado brasileiro, construindo usinas sustentáveis de geração de energia a partir da capacidade conquistada nos leilões."

A nova planta terá uma capacidade instalada de 103 MW e, quando concluída, será capaz de gerar mais de 220 GWh por ano, o suficiente para atender às necessidades de consumo de mais de 108.000 lares brasileiros, evitando a emissão de cerca de 129.000 toneladas de CO2 na atmosfera.

Horizonte é de propriedade de uma sociedade de propósito específico (SPE) mantida pela EGPB e deverá entrar em operação na segundo semestre de 2017.

A Enel investirá cerca de 110 milhões de dólares na construção da planta, por meio de recursos próprios do Grupo Enel.

A usina de energia solar será apoiada por contratos de 20 anos de fornecimento de energia, que prevêem a venda da energia gerada pela usina para a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). O projeto foi concendido ao Grupo Enel juntamente com os 158 MW do parque solar Lapa e os 292 MW de Nova Olinda, durante o “Leilão de Reserva”, leilão público que, em agosto de 2015, tornou o Grupo principal player na indústria solar brasileira em termos de capacidade instalada e portfólio de projetos.

O Grupo Enel também está construindo outros dois projetos de energia solar na Bahia: Ituverava (254 MW) e Lapa (158 MW). Horizonte ficará localizado ao lado de Ituverava, o que significa que a EGP será capaz de otimizar recursos tanto na construção quanto na operação dos dois projetos, que compartilharão a mesma infraestrutura de conexão.

A EGPB possui atualmente uma capacidade instalada total de 546 MW no Brasil, dos quais 401 MW são de energia eólica, 12 MW de energia solar fotovoltaica e 133 MW de energia hídrica. Além disso, a empresa tem 442 MW de projetos de energia eólica, 102 MW de hidrelétrica e 807 MW de energia solar em execução.

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar