acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Citi recomenda venda da Eletrobras, considerando caixa fraco

22/06/2010 | 10h16

 Com receita líquida consolidada 6,4% menor no comparativo com o primeiro trimestre do ano passado, de R$ 5,08 milhões, a Eletrobras foi reforçada na lista de recomendação de venda do Citi, já que a cifra foi 22% abaixo da estimativa feita pela corretora para a empresa.

 

O Ebitda (lucro antes de juros impostos, depreciação e amortização) também ficou aquém, exibindo resultado 28% menor do que a projeção da equipe de análise do Citi e 5% abaixo da estimativa média de mercado.

 

O lucro foi afetado por redução de custos menor que o previsto com distribuição. Em relatório, assinado pelos analistas Marcelo Britto e Tathiana Reis, o Citi destaca que a recomendação de venda é baseada na baixa e lenta geração de caixa da companhia, histórica e projetada, bem como no risco político, com a empresa de controle estatal privilegiando crescimento com baixo retorno para servir como agente de políticas governamentais.

 

Para os analistas, a Eletrobras apresenta ainda margens reduzidas no negócio principal (geração e distribuição de energia) comparada a seus pares, e tem nível de alavancagem financeira acima do ideal, que implica em custo mais alto de capital.

 

Por outro lado, câmbio e inflação trouxeram impacto positivo para os recebíveis da empresa. A ação fechou ontem a R$ 24,27 na bolsa, e o preço-alvo do Citi é de R$ 24,00.

 



Fonte: Brasil Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar