acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Macaé

Caminho aberto para concessão do Aeroporto de Macaé

26/11/2018 | 16h41

Divulgação

Com a conclusão dos trâmites do plano de desestatização, iniciado pela gestão do presidente em exercício Michel Temer (MDB), e com o aval da equipe de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), o edital que prevê a concessão do Aeroporto de Macaé está previsto para ser publicado no início de dezembro.

Após passar pela avaliação técnica da equipe da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC), a minuta do edital foi encaminhada para o departamento jurídico do órgão que já emitiu parecer técnico. O processo segue para as mãos da diretoria da instituição que determinará a data para a publicação das regras que irão definir a concessão da área administrativa da base aérea macaense.

Com potencial de exploração na área comercial, com rendimentos na ordem de R$ 1 milhão por ano, e da retomada das operações dos voos comerciais, após a conclusão das obras de reforço da pista, o Aeroporto de Macaé, incluído no bloco sudeste que integra também o Aeroporto de Vitória, desperta o interesse de empresas nacionais e internacionais de administração aeroportuária.

Desde o anúncio da concessão, representantes de cinco empresas multinacionais já estiveram na cidade e visitaram as instalações da base. Um dos atrativos é o recém-construído terminal de passageiros, que será inaugurado após a conclusão do processo de concessão.

Para o governo federal, a concessão do Aeroporto de Macaé deverá render aos cofres da União cerca de R$ 350 milhões. A mesma quantia é prevista como investimentos a serem aplicados na base que na última década permaneceu entre os 10 principais aeroportos do país, em volume de pousos, decolagens e de passageiros transportados.



Fonte: O Debate, 26/11/2018
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar