acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Brasil já possui 43 usinas certificadas pelo Bonsucro de Londres

07/07/2016 | 13h14

Das 56 unidades produtoras de cana-de-açúcar e produtos derivados certificadas no mundo pelo Bonsucro, iniciativa reconhecida internacionalmente por atestar uma produção sucroenergética sustentável, 43 são empresas brasileiras. O diretor Executivo da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), Eduardo Leão de Sousa, cuja entidade possui 36 companhias associadas nesta lista, exalta o comprometimento do segmento canavieiro nacional na incorporação das melhores práticas sociais e ambientais em seus processos agrícolas e industriais.

“Desde 2011, observamos um crescente número de certificações no País, o que reforça ainda mais a nossa posição de destaque nos mercados mundiais de açúcar e etanol. Já são aproximadamente 910 mil hectares de canaviais auditados, o que representa 9,3% do total da área colhida”, ressalta Eduardo. Para o diretor Executivo do Bonsucro, Simon Usher, “a indústria de cana no Brasil não é só a maior exportadora, mas também lidera o caminho da sustentabilidade na produção.”

A mais recente certificação de uma usina nacional aconteceu na segunda quinzena de junho deste ano (29/06), com o reconhecimento da Nardini Agroindustrial, filiada da UNICA no município de Vista Alegre do Alto (SP), na mesorregião de Ribeirão Preto. Para o diretor Comercial da empresa, Vanderlei Caetano, a conquista é fruto de um esforço de cinco anos para a adequação dos processos produtivos da companhia aos rígidos critérios socioambientais exigidos pelo Bonsucro.

“Para nós foi um objetivo alcançado. Em nome da diretoria, agradeço a todas as áreas: Gestão da Qualidade, Agrícola, Indústria, Automotiva, Administrativa, Recursos Humanos, Medicina e Segurança do Trabalho, que não mediram esforços e dedicação para que isso acontecesse”, afirma Vanderlei. Segundo a Nardini, foram extremamente positivos os resultados obtidos nas auditorias realizadas na usina. A área da indústria, por exemplo, obteve 97,5% de desempenho sustentável, enquanto que a parte agrícola registrou índice de 97,37%.

Com sede em Londres (Inglaterra), o Bonsucro atua como um fórum internacional reunindo produtores, ONGs, traders, redes varejistas, empresas e investidores empenhados no melhoramento contínuo da produção canavieira ao redor do mundo. A organização é reconhecida pela Comissão Europeia como uma certificadora voluntária, que cumpre os critérios da Diretiva para Energias Renováveis no velho continente. As empresas certificadas têm atestadas as condições sustentáveis em que seus produtos são fabricados, tornando-os aptos para a comercialização em países integrantes da União Europeia (UE).



Fonte: Assessoria Unica/Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar