acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

BNDES: concessões são recorde em 2013

17/02/2014 | 10h54

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) emprestou R$ 63,5 bilhões às empresas de micro e pequeno portes em 2013. Foi o equivalente a 33% das liberações totais do banco e um recorde histórico, de acordo com Juliana Santos, chefe do departamento de relações com agentes financeiros da instituição.
Mesmo assim, empresários relatam dificuldade na obtenção de concessões. Quase todas as recusas para a concessão de crédito acontecem nos bancos credenciados. Por esse motivo, o banco não tem um estudo da causa das negativas.
As linhas do BNDES para pequenos empresários são indiretas - aprovadas e avaliadas por bancos credenciados. Portanto, a decisão cabe ao gerente. Uma pesquisa feita pelo Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias de São Paulo (Simpi) em dezembro mostrou que 44% dos micro empresários entrevistados consideram difícil obter crédito.
O percentual total de inadimplência aumentou em relação a novembro (12%). Por lei, bancos não podem emprestar para quem tem restrições cadastrais, tributárias, fiscais ou problemas de inadimplência. "Ainda assim, a aprovação do crédito é subjetiva", pondera Joseph Couri, presidente do Simpi. Conforme Couri, há casos de empresas que cumprem todos os requisitos e demandas e têm empréstimo negado.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) emprestou R$ 63,5 bilhões às empresas de micro e pequeno portes em 2013. Foi o equivalente a 33% das liberações totais do banco e um recorde histórico, de acordo com Juliana Santos, chefe do departamento de relações com agentes financeiros da instituição.

Mesmo assim, empresários relatam dificuldade na obtenção de concessões. Quase todas as recusas para a concessão de crédito acontecem nos bancos credenciados. Por esse motivo, o banco não tem um estudo da causa das negativas.

As linhas do BNDES para pequenos empresários são indiretas - aprovadas e avaliadas por bancos credenciados. Portanto, a decisão cabe ao gerente. Uma pesquisa feita pelo Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias de São Paulo (Simpi) em dezembro mostrou que 44% dos micro empresários entrevistados consideram difícil obter crédito.

O percentual total de inadimplência aumentou em relação a novembro (12%). Por lei, bancos não podem emprestar para quem tem restrições cadastrais, tributárias, fiscais ou problemas de inadimplência. "Ainda assim, a aprovação do crédito é subjetiva", pondera Joseph Couri, presidente do Simpi. Conforme Couri, há casos de empresas que cumprem todos os requisitos e demandas e têm empréstimo negado.

 



Fonte: Diário do Nordeste
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar