acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Atraso na moagem e crescimento nas vendas de etanol marcam início da safra 2019/2020

23/05/2019 | 11h48

A região Centro-Sul do Brasil processou, na primeira quinzena de maio, 38,63 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Este volume é 9,71% inferior quando comparado ao mesmo período do ciclo 2018/19 (42,78 mi/ton). Os dados são da Unica - União da Indústria da Cana-de-açúcar e foram divulgados hoje (23).

No acumulado da safra 2019/20 até 15 de maio, a moagem atingiu 84,15 milhões de toneladas, queda de 18,27% sobre o ano anterior. "A safra 2019/2020 registra retração na moagem de aproximadamente 20 milhões de toneladas, cuja recuperação dependerá muito do aproveitamento do tempo nas próximas quinzenas", analisa o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

O relatório traz ainda que as unidades que produzem açúcar e etanol atingiram uma participação de 83% na moagem de cana no início desta safra e apresentaram uma redução no rendimento industrial de 4,5 quilos de açúcar por tonelada de cana processada, quando comparada com a produção de açúcar na mesma quinzena da safra anterior. Esses elementos indicam uma safra mais alcooleira até o momento.

Qualidade da matéria-prima diminui

A qualidade da matéria-prima processada na primeira quinzena de maio, mensurada a partir da concentração de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR), registra sensível retração de 6,70%, atingindo 119,65 kg por tonelada em 2019 contra 128,24 kg verificados na mesma quinzena do último ano.

Dados apurados pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) a partir de uma amostra comum de 114 empresas indicam redução de 1,39% na produtividade agrícola do canavial colhido em abril na comparação com o mesmo período da safra anterior (82,20 toneladas por hectare nesse ano, versus 83,36 toneladas por hectare no ciclo anterior).

Portanto, a Unica conclui que até o momento os dados não indicam aumento da produtividade agrícola. A retração de rendimento, acrescida da menor qualidade da matéria-prima, resulta em uma redução próxima a 480 quilos de ATR por hectare colhido até 15 de maio.

Açúcar e etanol

Os dados da Unica apontam que a produção de açúcar caiu 16,34%, sendo 1,59 milhão de toneladas nos primeiros 15 dias de 2019, ante 1,91 milhão de toneladas em igual quinzena do ano anterior. Nesse mesmo período, a produção de etanol diminuiu 14,28%, somando 1,78 bilhão de litros na corrente safra.

No acumulado desde o início da safra, a produção de açúcar alcançou 2,97 milhões de toneladas. Já o volume acumulado de etanol atingiu 4,01 bilhões de litros, sendo 954,00 milhões de litros de etanol anidro e 3,06 bilhões de litros de etanol hidratado.

 



Fonte: Redação/Assessoria UDOP
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar