acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Vale dos Ventos completa 10 anos de operação com ótimo desempenho em Mataraca, PB

26/03/2019 | 13h09
Vale dos Ventos completa 10 anos de operação com ótimo desempenho em Mataraca, PB
Divulgação Divulgação

A SPIC Brasil comemora, em março, 10 anos de operação do complexo eólico Vale dos Ventos, registrando altos índices de disponibilidade de suas 60 turbinas eólicas. Localizado em Mataraca (PB), o empreendimento está entre os mais antigos em operação no Brasil e tem capacidade instalada de 48 MegaWatts de energia renovável.

A energia produzida é suficiente para abastecer cerca de 92 mil residências ao ano. Em 2017, a geração produzida pela Vale dos Ventos foi responsável por atender 2.2% de todo o consumo de energia elétrica do estado da Paraíba. O complexo é composto por 10 parques de 4,8 MW cada, que convivem em harmonia com as outras atividades produtivas da região. Sua produção evita a emissão de mais de 36,5 mil toneladas de gases poluentes de efeito estufa a cada ano.

A grande disponibilidade para operar, independentemente da força dos ventos e mesmo quando comparadas a outras usinas da mesma época ou até mais novas, está diretamente ligada ao serviço de acompanhamento de manutenção e performance dos equipamentos. Com uma estrutura complexa de operação, os profissionais realizam manutenções preventivas alinhadas com a realidade de cada equipamento, consequentemente diminuindo as interrupções por manutenção corretiva. Isso possibilita economia de tempo da equipe e de recursos, melhora no desempenho e vida útil dos materiais e prevenção de situações que podem causar acidentes inclusive a pessoas.

“Ao longo desses anos, tivemos muitos aprendizados, como desafios com o cabeamento subterrâneo em média tensão, o próprio desenvolvimento dos planos de manutenções e tudo isso sempre com a preocupação voltada para as pessoas e o ambiente no entorno dos parques eólicos, pois a área possui um meio ambiente altamente preservado. Estamos felizes em ver que nossa curva de aprendizado chegou a um ápice em que podemos gerar o máximo de energia limpa com excelência de operação, pois, evitando paradas não planejadas, nosso nível de disponibilidade e confiabilidade acabam sendo maiores do que o previsto”, comemora Leandro Alves, diretor de Operações de Eólicas da SPIC Brasil.

Segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), a matriz energética eólica no Brasil representou 9% da geração em 2018, sendo a terceira fonte mais representativa. “O País registrou um crescimento lento em energia eólica nos primeiros anos de sua implantação, porém temos um grande mercado para desenvolver e acredito que ainda vamos crescer muito com energias renováveis nos próximos anos”, finaliza Alves.

Operação eólica

Além do Complexo Eólico Vale dos Ventos, a SPIC Brasil também opera o Parque Eólico Millennium, localizado também em Mataraca (PB). Inaugurado em 2007, ele se tornou o primeiro projeto de energia renovável da SPIC Brasil. Tem capacidade para instalada de 10,2 MW, o que equivale ao abastecimento de 24 mil residências, além de evitar a emissão de aproximadamente 9,4 mil toneladas de gases poluentes de efeito estufa a cada ano. Possui 13 turbinas eólicas de 800 kW cada e é favorecido pelos fortes ventos costeiros.

Buscando sempre atender aos melhores padrões de operação, os parques eólicos Vale dos Ventos e Millennium possuem os certificados da norma internacional ISO 14001, OHSAS 18001, ISO 55001 e ISO 9001. E, mais do que isso, os empreendimentos também contribuem significativamente com benefícios sociais e econômicos para a comunidade local, por meio de um fundo comunitário que apoia a sustentabilidade e a coesão social.

 



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar