acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia

Usina Hidrelétrica de Salto entra em operação em Goiás

14/05/2010 | 11h11

A Rio Verde Energia S.A., sociedade de propósito específico controlada pela Triunfo Participações e Investimentos S.A. [Bovespa: TPIS3], deu início à operação da Usina Hidrelétrica de Salto, localizada no rio Verde, entre os municípios de Caçu e Itarumã, no Estado de Goiás. O projeto, que demandou investimentos da ordem de R$ 462 milhões, terá capacidade instalada total de 116 MW, gerando energia a partir de fonte limpa e renovável.

 


Inicialmente, apenas a primeira turbina, com capacidade equivalente a 58 MW, foi posta em atividade, para execução de testes, ajuste de equipamentos e verificação do comportamento sistêmico da operação, conforme autorização da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) publicada no despacho 1069, de 20 de abril de 2010. A segunda unidade geradora deve entrar em operação em até 60 dias. A Rio Verde Energia S.A. espera solicitar o início da geração comercial ao órgão regulador em meados de maio deste ano, após se certificar da segurança e normalidade da produção da usina.

 

 

Em junho de 2007, a RioVerde Energia S.A. assinou contrato de fornecimento com a Votener, empresa do grupo Votorantim, por um período de 16 anos. A totalidade da energia assegurada a ser gerada pela UHE Salto, ou 63,8 MW, será destinada ao cumprimento desse contrato. Pelos termos do acordo, o preço médio será R$ 130 por MWh, valor reajustável anualmente pelo IGP-M.

 

A construção da UHE Salto contou com financiamentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), no montante de R$ 290 milhões. Em 2009, o banco concedeu outros R$ 23,14 milhões para a expansão da capacidade instalada até 116 MW, contra 108 MW previstos no projeto original.

 

 

O aproveitamento hidrelétrico Salto foi licitado em 2002, e a Triunfo Participações e Investimentos saiu vencedora do leilão organizado pelo poder concedente. A concessão, que tem duração de 35 anos, até 2037, demanda o pagamento de R$ 450 mil anuais à União, entre o sexto e o último anos de contrato, além de compensação financeira pelo uso dos recursos hídricos. O trabalho de construção da usina começou no primeiro semestre de 2007, e o enchimento do reservatório teve início em dezembro de 2009. A usina entrou em operação 33 meses após o começo da obra, em linha com os prazos usuais para projetos desse porte.

 

 

Sobre a Triunfo

 

 

A TPI - Triunfo Participações e Investimentos S.A. é a única Companhia brasileira que atua em três segmentos de infraestrutura: rodoviário, administração portuária e de geração de energia. De capital aberto, está listada no Novo Mercado, nível mais alto de Governança Corporativa da BMF&Bovespa. A Triunfo está presente no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Goiás, empregando aproximadamente 1.900 colaboradores diretos e indiretos.

 

 

A Companhia administra 641 quilômetros de rodovias no Sul e no Sudeste do Brasil, por meio das concessionárias Concepa, Concer e Econorte. Além disso, possui participação de 50% na Portonave S.A., que opera o Terminal Portuário de Navegantes, em Santa Catarina. A empresa controla também a Rio Verde Energia S.A, concessionária da UHE Salto, em Goiás.

 



Fonte: Redação/ Agências
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar