acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Internacional

Preços do petróleo caem por dados fracos da China e problemas com oleodutos nos EUA

31/10/2019 | 22h30

Os preços do petróleo recuaram nesta quinta-feira, após dados mostrarem um enfraquecimento na atividade industrial da China, com as cotações da commodity sofrendo pressão extra nos Estados Unidos, onde fluxos a partir do centro de entrega de Cushing, em Oklahoma, foram afetados por problemas em um oleoduto.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 0,38 dólar, ou 0,6%, a 60,23 dólares por barril, enquanto o petróleo dos EUA cedeu 0,88 dólar, ou 1,6%, para 54,18 dólares o barril.

Institucional

O contrato de primeiro mês do Brent, para entrega em dezembro, expira na quinta-feira. Os futuros para janeiro, que em breve serão os mais ativos, recuaram cerca de 1%, fechando a 59,62 dólares.

No mês, o Brent cedeu menos de 1%, enquanto o WTI avançou menos de 1%.

Nos EUA, o oleoduto Marketlink, da TC Energy, que transporta 750 mil barris por dia de Cushing a Nederland, no Texas, operava a níveis reduzidos, segundo três fontes. Na terça-feira, o oleoduto Keystone, também da TC Energy, foi fechado após um vazamento em Dakota do Norte.

A interrupção de Keystone deve afetar o fornecimento a Cushing, ponto de entrega dos futuros do petróleo norte-americano, disse Andy Lipow, presidente da Lipow Oil Associates, mas os preços do WTI devem continuar pressionados por causa do fluxo reduzido de Marketlink.

No início da sessão, dados oficiais da China mostraram que a atividade fabril no país encolheu pelo sexto mês consecutivo em outubro, enquanto o crescimento do setor de serviços chinês apresentou seu ritmo mais lento desde fevereiro de 2016.



Fonte: Reuters, 31/10/2019
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar