acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Coronavírus

Posicionamento da Indústria Brasileira do Aço e a pandemia de Covid-19 (novo coronavírus)

27/03/2020 | 11h11
Posicionamento da Indústria Brasileira do Aço e a pandemia de Covid-19 (novo coronavírus)
Divulgação Divulgação

A primeira prioridade da indústria brasileira do aço é a saúde e a segurança de seus colaboradores.

Por este motivo, todos os colaboradores que podem desenvolver suas atividades através do teletrabalho, estão em casa, atendendo as orientação de isolamento social para conter a propagação do vírus.

Para preservar a saúde dos colaboradores que permanecem nas unidades de produção, assegurando a continuidade das operações, foram adotadas todas as medidas e orientações dos órgãos de saúde, visando evitar o contágio do COVID-19.

A continuidade das operações nas plantas é vital para a manutenção de empregos, não só no setor, mas em toda a sua cadeia de produção, pois o aço é imprescindível nos projetos de infraestrutura, construção civil e na produção de bens essenciais à sociedade.

Assim, a manutenção dos empregos no país também deve ter prioridade nas medidas que estão sendo adotadas pelos setores público e privado, para evitar que a crise de saúde cause, em breve, grave crise social.

Também é necessário que portos, rodovias e ferrovias continuem a operar de forma a assegurar o recebimento de matérias primas e o escoamento de produtos finais.

Ao mesmo tempo em que estamos lutando, juntos, para o fim da pandemia do COVID-19, é preciso unir esforços para manter a economia do país em pé e isto só será possível se a indústria tiver condições para operar.

Mais do que nunca é preciso valorizar o que é produzido no Brasil e pelos brasileiros.

Divulgação



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar