acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Preços

Petróleo opera ainda em baixa, influenciado por excesso de produtos refinados

29/07/2016 | 11h17

Os futuros de petróleo caem nesta manhã, com a oferta excessiva de produtos refinados mantendo os preços nos níveis mais baixos em quase três meses.

Às 8h50 (de Brasília), o Brent para outubro, contrato mais líquido na Intercontinental Exchange (ICE), tinha queda de 1,20%, a US$ 42,71 por barril, enquanto o contrato para setembro, que vence ao final da sessão, recuava 1,71%, a US$ 41,97 por barril. No mesmo horário, o WTI para setembro caía 0,85% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 40,79 por barril.

O excesso de oferta de gasolina, sinais de produção em alta nos EUA e o avanço na produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) já derrubaram a commodity em cerca de 20% desde que as cotações ultrapassaram a barreira de US$ 50 por barril, no mês passado.

Na última quarta-feira, os investidores foram pegos de surpresa após o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) norte-americano apontar um aumento inesperado de 452 mil barris nos estoques de gasolina dos EUA na semana passada. A alta no volume estocado veio numa época em que os estoques normalmente diminuem.

Mais tarde, a atenção dos operadores vai se voltar para a pesquisa semanal da Baker Hughes sobre o ritmo das operações na indústria petrolífera norte-americana. Dados recentes mostraram avanço no total de plataformas de exploração e poços em atividade nos EUA por quatro semanas consecutivas.

 



Fonte: Dow Jones Newswires, 29/07/2016
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar