acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Crise

Petróleo já assimilou crise financeira em Dubai

30/11/2009 | 09h38

Na reabertura dos mercados em Nova York na sexta-feira, após o feriado do Dia de Ação de Graças na quinta-feira, o barril de petróleo WTI negociado em Wall Street fechou em queda de US$ 1,91, ou 2,4%, a US$ 76,05 no contrato com vencimento em janeiro. Na semana, a commodity acumulou baixa de 1,8%.

 

Em Londres, o petróleo Brent, com vencimento em janeiro, subiu 19 centavos de dólar, ou 0,3%, com o barril cotado a US$ 77,18 no final da sessão. Na quinta-feira, o contrato tinha caído 1,8%, reflexo das tensões sobre a possibilidade de um calote do fundo de investimentos estatal Dubai World, que tem dívidas estimadas em US$ 60 bilhões.

 

"O mercado parece ter se acalmado, mas a tendência ainda não foi claramente revertida", estima Ellis Eckland, analista independente. "O petróleo é um dos principais ativos ´de risco´ e foi um dos primeiros a ser vendidos diante de temores de que o sistema financeiro possa ter problemas", completou, numa referência aos problemas em Dubai.

 

Na mínima durante o pregão nos EUA, o barril para janeiro chegou a perder 7,1%, como Contudo, a aversão ao risco perdeu força ao longo do dia, com a leitura de que a moratória do emirado não terá os mesmos impactos da quebra do Lehman Brothers, evento que deu inicio à crise financeira em sua fase mais aguda.

Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar