acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Ranking

Petroleiras perdem espaço em lista das maiores firmas globais

09/07/2010 | 08h57
A queda no preço do petróleo no ano passado fez com que as companhias do setor, inclusive a Petrobras, perdessem espaço no ranking das maiores empresas mundiais feito pela "Fortune".
 
 
Na lista atual, aparecem 5 petroleiras entre os 10 maiores maiores faturamentos obtidos em 2009. No levantamento anterior, sete companhias do setor estavam entre as dez maiores receitas.
 
 
A anglo-holandesa Shell, que era a líder na lista de 2009, caiu para o segundo lugar. As americanas Chevron e ConocoPhillips e a francesa Total não estão mais entre as dez primeiras -a chinesa CNPC avançou do 13º para o décimo lugar.
 
 
A Petrobras desabou no ranking, perdendo 20 posições em relação a 2009: agora está no 54º lugar. A empresa, no entanto, manteve-se como a sexta que mais lucrou no mundo, com ganhos de US$ 15,5 bilhões.
 
 
O declínio da receita das petroleiras é um reflexo da queda do preço do petróleo. A cotação média do barril na Bolsa de Nova York atingiu seu maior nível histórico em 2008 (US$ 99,75), ajudando no faturamento do setor. Porém, o preço médio recuou 38% no ano passado.
 
 
Além da Petrobras, o Brasil tem seis companhias entre as maiores do mundo, uma mais que em 2009. Ultrapar e JBS são as novidades, e a Gerdau agora não está mais entre as 500 maiores.
 
 
O país, no entanto, está muito distante da China (46 empresas, nove a mais que em 2009). A Índia tem oito, a Rússia, seis, e o México, duas. A Indonésia, outro emergente de forte crescimento, não tem nenhuma.



Fonte: Folha de S.Paulo
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar