acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Brasil Offshore

Petrobras aumentará produção de gás natural em 7 milhões de metros cúbicos em 2005

15/06/2005 | 00h00

A entrada em operação das novas unidades da Petrobras deverá resultar em um aumento de 7 milhões de metros cúbicos diários da produção de gás natural. O diretor de Exploração e Produção da estatal, Guilherme Estrella, informou durante a abertura da feira Brasil Offshore, em Macaé, que a plataforma P-43 já está produzindo atualmente 1 milhão de metros cúbicos e deve aumentar o volume em mais 1 milhão dentro de dez dias.

Também estão previstos para este ano os aumentos de produção em 2,5 milhões de metros cúbicos em Peroá-Cangoá, no Espírito Santo, e o início das operações das plataformas P-50, destinada ao campo de Roncador, e a P-34, no campo de Jubarte, que contribuirão com 1,5 milhão e 1 milhão de metros cúbicos, respectivamente. Para o ano que vem, estão previstas as produções de 2 milhões de metros cúbicos em Golfinho I e 1 milhão em Golfinho II. Já a expansão de Peroá-Cangoá deverá resultar na produção de mais 8 milhões de metros cúbicos diários entre 2007 e 2008.

Durante discurso feito na abertura da Brasil Offshore, o presidente da Petrobrás, José Eduardo Dutra, evitou entrar em detalhes sobre os projetos atuais da estatal, como a refinaria do Nordeste e a Unidade de Petroquímicos Básicos do Rio de Janeiro. Dutra preferiu recordar a época em que iniciou sua vida profissional como funcionário da estatal. “Passados mais de 30 anos da descoberta de petróleo na Bacia de Campos e 28 do início da produção, foram US$ 20 bilhões investidos pela Petrobrás, que se tornou uma das empresas mais respeitadas do mundo além de mudar a realidade econômica da região de Macaé”.



Fonte:
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar