acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia Eólica

Parque eólico de Alegria I, em Guamaré, recebe aerogeradores

08/12/2009 | 13h12
Estão sendo desembarcados no porto de Suape, em Pernambuco, 31 aerogeradores para o parque eólico de Alegria I. Os equipamentos foram comprados da Vestas, empresa dinamarquesa líder mundial em tecnologia para geração de energia eólica. Alegria I será uma das duas usinas que constituirão um dos maiores parques eólicos do país, que ficará localizado em Guamaré (RN). A partir de 19 de dezembro, espera-se a chegada de mais 61 aerogeradores para a usina de Alegria II. As duas usinas são empreendimentos controlados pela Multiner, companhia nacional de geração de energia elétrica, que também tem projetos de origem hidráulica e térmica.


Em 15 de outubro, a New Energy Options – empresa subsidiária da Multiner S/A - assinou com o Banco do Nordeste Brasileiro (BNB) um financiamento de R$ 250 milhões para a Usina Eólica de Alegria I. O valor total do investimento deste empreendimento é superior a R$ 293 milhões. A usina, primeira de um par, terá capacidade de geração de 51 MW e o início de sua operação está previsto para agosto de 2010. A energia gerada por Alegria I corresponderá, aproximadamente, ao abastecimento de 70 mil moradias.


O financiamento de R$ 398 milhões para a Usina de Alegria II, o segundo empreendimento do mesmo Complexo Eólico, já se encontra também em estágio avançado de negociação com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB).


Para o presidente da Multiner, Jorge Boueri, este é um dos mais importantes projetos da empresa no Nordeste brasileiro. “As usinas de energia eólica de Alegria I e II são extremamente relevantes entre os empreendimentos da companhia. Este momento comprova também os bons resultados para o segmento de geração de energia elétrica no país e especialmente para região, resultantes de parceria eficiente entre os setores público e privado. Continuamos atentos às oportunidades de investimento em geração de energia,  sempre preocupados com o respeito ao meio ambiente e com as boas relações com as comunidades onde as usinas estão inseridas".


Juntas, as duas usinas terão capacidade total de geração de 151,8 MW. A energia produzida pelo parque eólico será então suficiente para abastecer cerca de 200 mil residências, evitando - ao mesmo tempo - a emissão de cerca de 120 mil toneladas por ano de CO2 na atmosfera.


O Brasil possui um dos mais importantes potenciais eólicos mundiais para a geração de energia elétrica. Ele é estimado em 143.000 MW de capacidade total. Atualmente o total de geração de energia elétrica proveniente de fonte eólica soma pouco mais de 600 MW. Mas a expectativa é de que a geração de energia elétrica utilizando os ventos deva ganhar grande impulso, com estímulos e incentivos dos principais órgãos governamentais.


Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar