OTC 2024

ouronova apresenta solução disruptiva para poços na OTC 2024

Baseada em Inteligência Artificial, a plataforma computacional dá suporte às operadoras na gestão da integridade de poços de petróleo e gás. OTC Houston 2024

Redação TN Petróleo/Assessoria
08/05/2024 17:52
ouronova apresenta solução disruptiva para poços na OTC 2024 Imagem: Divulgação Visualizações: 503 (0) (0) (0) (0)

A ouronova, deep tech brasileira que atua na área de energia, está apresentando na 56ª Offshore Technology Conference Offshore – OTC2024, que se realiza entre os dias 6 e 9 de maio, em Houston, Texas (EUA), uma solução digital para gestão da integridade de poços de petróleo e gás, que utiliza recursos de inteligência artificial e machine learning. 

Trata-se de uma plataforma computacional que agrega ‘inteligência’ à interpretação de dados de perfilagem, assegurando maior confiabilidade nas avaliações da qualidade e integridade da camada de cimento em poços com múltiplos revestimentos. A ouronova vai demonstrar a solução em seu estande (Booth 421), no Pavilhão Brasileiro, organizado pela Apex-Brasil Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

A solução disruptiva pode ser usada em campos maduros, no pré-sal e em novas fronteiras, tanto em poços em produção como em novos poços – inclusive o mais profundo do Brasil, de 7.700 metros, o Monai, perfurado pela Petrobras no pré-sal da bacia do Espírito Santo, em águas de 2.366 metros de profundidade. 

“A ferramenta pode ser usada a qualquer momento em que seja necessário inspecionar a camada de cimento, desde a construção até o abandono, incluindo as diversas operações de workover ao longo da vida do poço”, destaca Eduardo Costa, CEO da ouronova. 
O grande diferencial da solução está no suporte aos profissionais das operadoras na interpretação de perfis de integridade de cimento por meio de uma ferramenta de interpretação automática construída com modelos de Machine Learning (uma área da Inteligência Artificial). “O objetivo da ferramenta é trabalhar como um assistente, aumentando a eficiência e confiabilidade da gestão, pois o software fornece uma interpretação da qualidade do cimento em alguns minutos, com os perfis sendo analisados de forma detalhada, gerando um diagnóstico metro a metro”, complementa o executivo. 
Desenvolvimento acelerado

Ele explica que o desenvolvimento dessa solução, protegida por patentes, é resultado de projetos da ouronova realizados com recursos da cláusula de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica (PD&I) dos contratos de concessão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em parceria com a Repsol Sinopec e a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

O CEO da ouronova ressalta que o uso de inteligência artificial funciona como um assistente para a interpretação desses dados, gerando eficiência e aumentando a confiabilidade da interpretação. “Iremos expandir esse conceito para aumentar a eficiência na interpretação de outros parâmetros de integridade de poços”, conclui Eduardo Costa.

ouronova. compartilha conhecimento 

A ouronova também tem participação na conferência técnica da OTC2024, na qual vai apresentar dois artigos na área de poços em duas Technical Session:

•07/05/2024 - 15h40 - Development of an Electrically Actuated Inflow Control Valve for the Brazilian Pre-Salt Wells: A Reliability Approach, Challenges and Outcomes 
•08/05/2024 – 15h20 - AI-based Cement Bond Quality Assessment: a First Step for Optimizing P&A Design - 

Serviço:
OTC 2024 – Offshore Technology Conference Offshore
Data - 6 a 9 de maio
NGR Park – Houston, Texas
Pavilhão Brasileiro – Booth 421

 

Mais Lidas De Hoje
veja Também
Sergipe Oil & Gas 2024
Fábio Mitidieri discute com Petrobras novas estratégias ...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Será inaugurado terça-feira (23/07), o gasoduto que inte...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Semana do Petróleo, Gás e Energia começa em Sergipe
23/07/24
Apoio Offshore
CBO assina com Equinor para operar PSV Delta Cardinal
22/07/24
Oportunidade
Subsea7 oferece diversas vagas de emprego onshore e offs...
22/07/24
Oportunidade
ICONIC desenvolve banco de talentos exclusivamente para ...
22/07/24
Fenasucro
Brasil terá 20 novas biorrefinarias de etanol de milho n...
22/07/24
Bacia de Campos
Sonda Valaris DS-17 fará a perfuração do projeto Raia no...
22/07/24
Combustíveis
No fechamento do semestre, os combustíveis mais caros fo...
22/07/24
Estudo
Coral invasor é resistente a compostos biocidas usados e...
22/07/24
Etanol
Anidro cai 0,98% após 5 semanas em alta; hidratado fecha...
22/07/24
Petroquímica
Petrobras e Braskem concluem testes de produto químico c...
19/07/24
Terminais
Vast e Vibra fecham acordo de 20 anos para movimentação ...
19/07/24
Gasodutos
SCGÁS: Primeiro semestre de 2024 é marcado por avanços n...
19/07/24
Pessoas
Cristiane Schmidt assume presidência da MSGÁS
19/07/24
Energia Elétrica
Com 5,7 GW instalados, expansão da matriz elétrica brasi...
19/07/24
Certificação
FPSO Bacalhau é primeiro no mundo a receber a notação DN...
18/07/24
Certificação
Porto do Açu Operações recebe certificação internacional...
18/07/24
Premiação
ComBio é premiada com Selo Verde de Sustentabilidade
18/07/24
Evento
Repsol Sinopec lança primeiro desafio para buscar soluçã...
18/07/24
Rio Grande do Norte
Exploração e desenvolvimento das Bacias da Margem Equato...
18/07/24
VEJA MAIS
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.