acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Indicadores

IBGE: produção industrial cresce em seis dos 14 locais pesquisados

08/11/2013 | 11h16

 

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro houve aumento no ritmo da produção industrial nacional em seis dos 14 locais pesquisados. No nono mês do ano, a produção industrial brasileira subiu 0,7% em relação a agosto e cresceu 2% em relação ao mesmo período de 2012.
Os destaques do mês foram Bahia (6,8%), Rio de Janeiro (4,4%) e Goiás (4,1%). Também registraram aumento Minas Gerais (2,1%), Espírito Santo (1,8%) - ambos com avanço acima da média nacional (0,7%) -, e Rio Grande do Sul (0,4%).
Na contramão, Pernambuco teve queda de 8,2%, seguido por Paraná (-2,4%), Ceará (-2,2%), São Paulo (-2,1%), Amazonas (-1,9%), Região Nordeste (-1,4%), Santa Catarina (-0,9%) e Pará (-0,2%).
No ano, de janeiro a setembro, a indústriaregistrou alta de 1,6%, com predomínio de resultados positivos. Em 12 meses, nove dos 14 locais pesquisados pelo IBGE registraram taxas positivas em setembro e dez assinalaram maior dinamismo frente ao índice de agosto último, com destaque para Goiás, que passou de 2,7% para 4,6%, Paraná (de -2,8% para -1,2%), Rio Grande do Sul (de 0,8% para 2,0%), Santa Catarina (de 0,1% para 1,2%), Espírito Santo (de -7,7% para -6,6%) e Rio de Janeiro (de -0,2% para 0,7%).

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em setembro houve aumento no ritmo da produção industrial nacional em seis dos 14 locais pesquisados. No nono mês do ano, a produção industrial brasileira subiu 0,7% em relação a agosto e cresceu 2% em relação ao mesmo período de 2012.

Os destaques do mês foram Bahia (6,8%), Rio de Janeiro (4,4%) e Goiás (4,1%). Também registraram aumento Minas Gerais (2,1%), Espírito Santo (1,8%) - ambos com avanço acima da média nacional (0,7%) -, e Rio Grande do Sul (0,4%).

Na contramão, Pernambuco teve queda de 8,2%, seguido por Paraná (-2,4%), Ceará (-2,2%), São Paulo (-2,1%), Amazonas (-1,9%), Região Nordeste (-1,4%), Santa Catarina (-0,9%) e Pará (-0,2%).

No ano, de janeiro a setembro, a indústria registrou alta de 1,6%, com predomínio de resultados positivos. Em 12 meses, nove dos 14 locais pesquisados pelo IBGE registraram taxas positivas em setembro e dez assinalaram maior dinamismo frente ao índice de agosto último, com destaque para Goiás, que passou de 2,7% para 4,6%, Paraná (de -2,8% para -1,2%), Rio Grande do Sul (de 0,8% para 2,0%), Santa Catarina (de 0,1% para 1,2%), Espírito Santo (de -7,7% para -6,6%) e Rio de Janeiro (de -0,2% para 0,7%).



Fonte: Redação / Agência
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar