acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Bacia de Santos

HRT inicia atividades no Campo de Polvo

09/01/2014 | 10h29
HRT inicia atividades no Campo de Polvo
Plataforma fixa Polvo A. Forship Plataforma fixa Polvo A. Forship

 

HRT inicia atividades no Campo de Polvo
A petroleira HRT informou a pouco que concluiu ontem (8) a transação comercial com a BP referente a transferência de 60% de participação no Campo de Polvo para a HRT, tornando-se operadora.
Adicionalmente, a empresa adquiriu 100% de participação na empresa BP, proprietária da plataforma fixa, “Polvo A” e a sonda de perfuração de 3.000 HP que operam no campo. A Maersk Oil Brasil é sócia da HRT no campo, com
participação de 40%.
O Campo de Polvo está localizado na porção sul da Bacia de Campos, a 100 km a leste da cidade de Cabo Frio, Estado do Rio de Janeiro, no Brasil, com produção diária atual de 12 mil barris de petróleo por dia, através de 10 poços produtores em três diferentes reservatórios. A licença cobre uma área de 134 km² com vários prospectos para futuras explorações. A plataforma “Polvo A” está interligada ao navio “FPSO Polvo” operado pela empresa BW Offshore por meio de contrato que pode ser renovado por até 8 anos, que tem capacidade para separação de hidrocarbonetos, tratamento da água, estocagem e transferência de óleo.
Em 6 de maio de 2013, a HRT e a BP assinaram o contrato de compra e venda com um preço acordado de US$ 135 milhões, tendo como data de referência 1º de janeiro de 2013. A produção total do campo em 2013 foi de aproximadamente 4,2 milhões de barris de óleo e o valor pago pela HRT no momento da conclusão da transação comercial foi de US$ 101 milhões contemplando diversos ajustes previstos no PSA. 
O resultado operacional preliminar do campo para a BP em 2013 foi de US$ 67 milhões (60%). A HRT irá ainda receber nesta data o estoque do petróleo produzido e não exportado armazenado no FPSO de aproximadamente 300.000 barris.
Os planos da HRT incluem a proposta de perfuração do primeiro poço de desenvolvimento em 2014, com a intenção de aumentar a produção a partir de reservas provadas não desenvolvidas.
A aquisição do Campo de Polvo torna a HRT a quinta maior empresa operadora de campos produtores de petróleo no Brasil.

A petroleira HRT informou a pouco que concluiu ontem (8) a transação comercial com a BP referente a transferência de 60% de participação no Campo de Polvo para a HRT, tornando-se operadora.

Adicionalmente, a empresa adquiriu 100% de participação na empresa BP, proprietária da plataforma fixa, “Polvo A” e a sonda de perfuração de 3.000 HP que operam no campo. A Maersk Oil Brasil é sócia da HRT no campo, comparticipação de 40%.

O Campo de Polvo está localizado na porção sul da Bacia de Campos, a 100 km a leste da cidade de Cabo Frio, Estado do Rio de Janeiro, no Brasil, com produção diária atual de 12 mil barris de petróleo por dia, através de 10 poços produtores em três diferentes reservatórios. A licença cobre uma área de 134 km² com vários prospectos para futuras explorações. A plataforma “Polvo A” está interligada ao navio “FPSO Polvo” operado pela empresa BW Offshore por meio de contrato que pode ser renovado por até 8 anos, que tem capacidade para separação de hidrocarbonetos, tratamento da água, estocagem e transferência de óleo.

Em 6 de maio de 2013, a HRT e a BP assinaram o contrato de compra e venda com um preço acordado de US$ 135 milhões, tendo como data de referência 1º de janeiro de 2013. A produção total do campo em 2013 foi de aproximadamente 4,2 milhões de barris de óleo e o valor pago pela HRT no momento da conclusão da transação comercial foi de US$ 101 milhões contemplando diversos ajustes previstos no PSA.

O resultado operacional preliminar do campo para a BP em 2013 foi de US$ 67 milhões (60%). A HRT irá ainda receber nesta data o estoque do petróleo produzido e não exportado armazenado no FPSO de aproximadamente 300.000 barris.

Os planos da HRT incluem a proposta de perfuração do primeiro poço de desenvolvimento em 2014, com a intenção de aumentar a produção a partir de reservas provadas não desenvolvidas.

A aquisição do Campo de Polvo torna a HRT a quinta maior empresa operadora de campos produtores de petróleo no Brasil.



Fonte: Redação TN/ Ascom HRT
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar