acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Meio ambiente

Gasto em energia renovável precisa dobrar até 2030, diz agência

14/01/2020 | 10h09

Os governos devem dobrar o investimento total em energia solar, eólica e outras tecnologias verdes ao longo da próxima década para conseguir "um caminho para a segurança climática", afirmou a Agência Internacional de Energia Renovável (Irena, na sigla em inglês).

As energias renováveis devem gerar 57% da eletricidade em todo o mundo até o final da década em relação aos 26% atuais, afirmou a Irena no domingo. Para atingir essa meta, os países podem redirecionar parte dos US$ 10 trilhões destinados a projetos de combustíveis fósseis e investi-los em energia verde, disse o grupo intergovernamental.

"As soluções de energia renovável têm custo acessível, estão prontamente disponíveis e podem ser implementadas em escala", disse em comunicado Francesco La Camera, diretor-geral da Irena.

O investimento total em energias renováveis precisa aumentar para quase US$ 750 bilhões por ano até 2030 contra os US$ 330 bilhões atualmente, disse a Irena. O custo da energia solar fotovoltaica e da energia eólica pode ser consistentemente mais barato do que as ofertas convencionais até 2030. As duas tecnologias renováveis podem atender a 30% das necessidades globais de eletricidade, segundo o comunicado.

Divulgação



Fonte: Bloomberg News, 14/01/2020
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar