acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Gás natural ficará mais barato no estado, diz Bahiagás

06/04/2016 | 12h39

Após o alívio com as tarifas de energia, o baiano também deverá pagar menos pelas contas de gás natural canalizado no consumo residencial. Seguindo a tendência das concessionárias de gás na região Sudeste, que já anunciaram a redução no preço a partir de 1º de maio, a Bahiagás confirmou, nesta terça-feira, 5, que menores valores também passarão a ser praticados no estado.

“A Bahiagás seguirá a queda no preço”, informou a concessionária baiana, em nota, sem detalhar os percentuais de redução previstos por segmento de consumo, nem se as contas mais baixas também ocorrerão a partir do dia 1º. O menor preço cobrado pelas concessionárias no país é reflexo da queda no custo de aquisição do gás natural fornecido pela Petrobras. A estatal se beneficia do preço do petróleo mais em conta no mercado internacional.

No Rio de Janeiro, por exemplo, a queda da conta para clientes residenciais que consomem até 7 m³ por mês será de 2,65%. Já no comércio, será de 2,65%, para clientes que consomem até 400 m³ por mês, e de 2,87%, para quem usa até dois mil m³.

A indústria será mais beneficiada no estado fluminense. Fábricas que consomem até 50 mil m³ por mês, terão alívio de 3,13%. Já os com gasto médio mensal de 300 mil m³ por mês, de 3,69%. Para os que consomem mais de três milhões m³, o desconto chegará a 4,43%.

Motoristas com carro movido a GNV também vão economizar. O combustível ficará 4,93% mais barato na região metropolitana fluminense e 6,64%, nos postos do interior.

Consumo crescente

Na Bahia, considerando a política de expansão contínua da Bahiagás, milhares de consumidores podem ser beneficiados. Segundo dados do mais recente relatório da administração da companhia, divulgado no ano passado, ainda com base em informações de 2014, já eram, naquele ano, mais de 30 mil clientes residenciais.

O fornecimento vem crescendo, sobretudo, nos novos condomínios que já oferecem o gás natural canalizado. O produto também é usado nos aquecedores de água.

No segmento comercial, incluindo o fornecimento para bares, restaurantes e colégios, a companhia registrava 324 mil clientes. A concessionária baiana fornece ainda o gás natural para utilização nos processos industriais para, pelo menos, 106 fábricas, dentre elas, a Placo e Trust Refrigerantes (Feira de Santana), Betumat e Ocean Cal (Candeias), Knauf e Grupo Boticário (Camaçari) e Cervejaria Petrópolis (Alagoinhas).

Em relação ao gás natural veicular (GNV), eram 65 postos em 2014, oferecendo produto principalmente para taxistas. “Tomara que o preço caia nas bombas também, porque aí eu ganho duas vezes”, disse, nesta terça, o taxista Mauro Almeida, que mora em um condomínio, em Brotas, que também conta com fornecimento de gás residencial.

No ano passado, o gás natural subiu 7,32%. Já o GNV ficou 15,4%, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (BGE). As altas fizeram parte do chamado tarifaço, que elevou a inflação de 2015.

 

 



Fonte: A Tarde On Line
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar