acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Meio ambiente

Força-tarefa sobre divulgações financeiras relacionadas ao clima tem apoio da Petrobras

01/07/2020 | 11h33
Força-tarefa sobre divulgações financeiras relacionadas ao clima tem apoio da Petrobras
Divulgação Divulgação

A Petrobras declarou seu apoio ao Task Force for Climate-related Financial Disclosures – TCFD (Força-Tarefa sobre Divulgações Financeiras Relacionadas ao Clima), uma iniciativa do Financial Stability Board (Conselho de Estabilidade Financeira) do G20, grupo formado pelas 19 principais economias do mundo mais a União Europeia, com a missão de desenvolver recomendações de divulgação de riscos financeiros relacionados à mudança do clima.

A visão da Petrobras relacionada à mudança de clima é baseada em três pilares: transparência, resiliência à transição energética da nossa posição em óleo e gás e fortalecimento das nossas competências alinhadas à economia de baixo carbono. Nossa prioridade é operar com baixos custos e com baixas emissões, entregando energia acessível e aderente aos nossos compromissos de redução de emissão de carbono.

Publicidade

Conciliar a demanda da sociedade por óleo e gás com as preocupações com a mudança do clima é um requisito ético para a companhia, incluído na estratégia, políticas de segurança, meio ambiente, saúde e de responsabilidade social. É também uma necessidade de negócio, alinhada às expectativas dos stakeholders.

Em paralelo ao suporte ao TCFD, a Petrobras está disponibilizando em seu website o Caderno do Clima atualizado, documento que se tornou referência para investidores especializados em Environmental, Social, and Governance – ESG (Fatores de Desempenho Ambiental, Social e de Governança Corporativa), com objetivo de aprofundar e dar transparência às informações de sustentabilidade da companhia frente à transição energética para uma economia de baixo carbono.

Na atualização do Caderno de Mudança do Clima, a Petrobras reafirma seus compromissos de sustentabilidade no horizonte até 2025, dos quais seis são relativos à descarbonização de suas operações, como por exemplo o crescimento zero das emissões absolutas operacionais nos próximos anos. Na última década, as ações relacionadas à intensidade de carbono nas atividades de upstream (exploração e produção) propiciaram um aumento de cerca de 40% da produção de óleo e gás sem que fossem aumentadas as emissões absolutas nesta área.

O documento apresenta um novo capítulo, dedicado a demonstrar a resiliência do portfólio da Petrobras frente à volatilidade nos preços do petróleo na transição energética, adotando métricas que consideram avaliação de possíveis cenários futuros. A comparação com o cenário externo atende às recomendações do TCFD. A Petrobras adota como referência os Cenários da Agência Internacional de Energia no WEO 2019 – World Energy Outlook (Perspectivas Mundiais da Energia), notadamente o Cenário de Desenvolvimento Sustentável – SDS – Sustainable Development Scenario (Cenário de Desenvolvimento Sustentável), que estabelece uma visão sobre a transformação dos sistemas energéticos alinhada aos objetivos do Acordo de Paris, além do chamado Stated Policies Scenario – STEPS (Cenário de Políticas Declaradas).

O Caderno de Mudança do Clima está disponível aqui: petrobr.as/clima



Fonte: Redação/Agência Petrobras
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar