acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Economia

Focus aponta retração maior do PIB e inflação menor neste ano

26/04/2016 | 12h30

Analistas do mercado financeiro revisaram mais uma vez suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2016 para baixo. De acordo com o Relatório de Mercado Focus, a perspectiva de retração da atividade do ano que vem passou de 3,80% para 3,88%.

Há um mês, a mediana das projeções estava em -3,66%. Já o Relatório Trimestral de Inflação divulgado em março, o BC revisou de -1,9% para -3,5% sua estimativa para a retração econômica do PIB brasileiro neste ano.

Para 2017, a previsão de crescimento da economia teve uma leve melhora, de 0,20% para 0,30% - um mês antes, a expectativa era de avanço de 0,35%.

A mediana das expectativas para a produção industrial de 2016 ficou mantida em -5,80% - um mês antes estava em -4,40%. Para 2017, passou de um crescimento de 0,69% para 0,54%. Há quatro semanas, estava em 0,85%.

No caso da relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB de 2016, a projeção dos analistas passou de 41,40% para 41,80% - quatro edições antes estava em 41,10%. Para 2017, a taxa passou de 46,35% para 46,39% - um mês antes estava em 45,90%.

O mercado financeiro manteve sua estimativa para o comportamento do dólar neste ano. De acordo com o relatório do BC, a moeda deve chegar em 31 de dezembro comercializada a R$ 3,80, mesmo valor estimado no levantamento da semana passada.

Um mês antes, a mediana das previsões estava em R$ 4,15. O câmbio médio de 2016 ficou em R$ 3,68, contra R$ 7,72 da semana passada e R$ 3,99 registrados há um mês.

Para o encerramento de 2017, a mediana das estimativas para o dólar ficou mantida em R$ 4,00 - há um mês, a previsão era de R$ 4,20.

O relatório revelou também que as estimativas dos analistas para a balança comercial de 2016 foram de US$ 45,51 bilhões para US$ 48 bilhões.

Já as previsões de déficit para a conta corrente de 2016 permaneceram em US$ 20 bilhões - um mês antes estava em US$ 20,45 bilhões.

A mediana das previsões para o Investimento Direto no País (IDP) em 2016 teve leve alta, de US$ 55 bilhões na semana passada para US$ 55,10 bilhões nesta semana - há quatro documentos estava em US$ 55 bilhões.

Para 2017, passou de US$ 55 bilhões para US$ 60 bilhões. Quatro semanas atrás, estava em US$ 55,25 bilhões.

O mercado financeiro revisou as expectativas para a taxa básica de juros da economia para este ano. O Relatório de Mercado Focus projeta que a taxa básica de juros encerrará 2016 em 13,25% ao ano.

Preço

A mediana das projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2016 teve queda no relatório. A taxa está em 6,98%, ante 7,08% da semana passada e 7,31% um mês atrás. O Banco Central já vem informando que vai focar não mais 2016, mas em 2017 a tarefa de levar a inflação para o centro da meta. No caso do ano que vem, a mediana caiu de 5,93% para 5,80%. Há quatro semanas estava em 6,00%.



Fonte: DCI - 26/04/2016
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar