acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Etanol

Faemg adere à campanha #abasteçacometanol

03/06/2020 | 14h26
Faemg adere à campanha #abasteçacometanol
Divulgação Divulgação

O Sistema FAEMG aderiu à campanha nacional #abasteçacometanol, em parceria com a Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), incentivando os mineiros a optar pelo etanol ao abastecer o tanque de seus veículos, garantindo empregos e arrecadação no estado. "Ao contrário do petróleo, que pode ter extração suspensa por um período, a cana precisa ser colhida e processada no tempo certo. As usinas brasileiras já estão comercializando abaixo do custo, e toda a cadeia produtiva, a começar pelo agricultor, está em risco", disse a analista de agronegócios do Sistema FAEMG, Ana Carolina Gomes.

Minas Gerais é o terceiro maior produtor nacional de cana, com 68 milhões de toneladas e 820 mil hectares plantados. As 36 usinas de açúcar e álcool produziram 3,6 bilhões de litros do biocombustível, em 2019/2020.

Dessas usinas, dez são destilarias (somente etanol), ou seja, com a diminuição no consumo e produção baixa, menos cana é comprada dos produtores. E como essas destilarias não têm flexibilidade para fazer açúcar, ficam expostas à dupla queda de preço e de consumo.

A cana é um produto altamente perecível. Se o momento do corte passa, perde qualidade (açúcar). De acordo com Ana Carolina Gomes, "é preciso colher, e, infelizmente, os produtores não têm alternativa a não ser vender para a usina".

Institucional

O consumo do etanol chegou a cair 70% em abril. Por causa dos causa dos altos estoques da Petrobras, a gasolina foi encontrada abaixo de R$ 4, no fim de maio, em BH. Mas, mesmo assim, com a safra da cana, que começou em abril, abastecer com álcool foi mais vantajoso, pois o preço do litro custou 65% do valor cobrado pela gasolina.

Empregos gerados pelo setor sucroalcooleiro: somam quase 2 milhões em toda a cadeia produtiva brasileira. Em Minas Gerais, o total de trabalhadores diretos e indiretos é de 160 mil.

Em Minas, há 120 municípios canavieiros.

A maior região produtora de cana é o Triângulo.

O maior município produtor é Uberaba.

Bom para o meio ambiente: o biocombustível reduz a emissão de gases do efeito estufa comparado com a gasolina e, como consequência, propicia uma saúde melhor para todos.

"Estamos passando por um momento difícil e de readaptação. O setor de cana-de-açúcar, assim como outros, passa por dificuldades nos preços e na baixa demanda pelos produtos, principalmente o etanol. Estamos em plena safra e o etanol está muito mais vantajoso para todos. Mas, além desse fator, abastecer com etanol é contribuir para a manutenção de milhares de empregos, no campo e nas cidades, e ainda com o meio ambiente por ser um combustível renovável e limpo. Precisamos, neste momento, de valorizar este combustível, os produtores e o comércio locais, e, ainda, valorizar o agro que é o setor que não parou durante a pandemia. Participe da campanha, dando preferência ao etanol", avalia Roberto Simões, presidente do Sistema FAEMG

"Estamos em plena safra e o etanol é muito mais econômico para todos, mas além desse fator, abastecer com etanol é contribuir para a garantia de milhares de empregos em nível nacional e, principalmente, em Minas Gerais", declara Mário Campos, presidente da Siamig 



Fonte: RedaçãoTN Petróleo/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar