acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia eólica

Evento em Itatiba (SP), discute os rumos do setor da Energia Eólica no Brasil

29/11/2016 | 12h33
Evento em Itatiba (SP), discute os rumos do setor da Energia Eólica no Brasil
Divulgação Divulgação

No dia 30 de novembro, das 8h30 às 15h30, a Associação dos Engenheiros Brasil-Alemanhã (VDI) realizará no Hotel Villa Dangelo, o evento Top of Technology Setor de Energia Eólica, com o tema “Energia Eólica do Brasil, Quo Vadis? Qual o destino do desenvolvimento da Energia Eólica no Brasil, pela indústria e toda cadeia de suprimento”. O evento reunirá empresas do setor para discutir o tema.

Global World Energy Council divulgou relatório anual com dados mundiais de energia eólica, o 2015 Global Wind Market Report. O Brasil é um importante destaque deste trabalho, já que a capacidade instalada brasileira de energia eólica tem apresentado crescimentos que se destacam na América Latina e também no ranking mundial da entidade. O relatório mostra que, em 2015, foram adicionados 2,75 GW de energia eólica à produção do País, com novas 1.373 turbinas em 111 parques eólicos, superando a marca dos 2,5 GW instalados em 2014. GWEC aponta que Brasil foi o quarto País em crescimento de energia eólica em 2015.

“O Brasil tem alguns dos melhores ventos do mundo, três vezes superior à necessidade de eletricidade do País”. Este ano, o recorde de geração eólica do Brasil foi quebrado por produzir 10% da demanda nacional de energia no dia 2 de novembro, mostrando o excelente desempenho operacional da energia eólica no Brasil. O sólido crescimento da indústria eólica brasileira deverá continuar: o governo brasileiro, em conjunto com a indústria eólica, estabeleceu uma meta de alcançar 24 GW de energia eólica de em 2024, cobrindo 11% da geração do Brasil. A energia eólica já contratada para 2019 deve trazer capacidade instalada total de 18,67 GW”, aponta o relatório do GWEC, que também afirma que “o Brasil segue como o mercado mais promissor na América Latina”.

Informações:Silvana Regina Inácio;

Tel. (011) 98493–6579

E-mail: silvana@sicomunicacao.com.br



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar