acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Gás Natural

Eldorado Brasil inicia a utilização de gás natural

16/05/2016 | 14h45

A Eldorado Brasil vai começar a usar gás natural em sua linha produtiva em Três Lagoas (MS). A fabricante de celulose de fibra curta firmou contrato de 150 meses com a Companhia de Gás do Mato Grosso do Sul (MS Gás) para fornecimento de 140 mil metros cúbicos de combustível por meio do ramal “Dr. Issam Fares”.

Só nos primeiros três meses, a adoção de gás natural no forno de cal, em substituição ao óleo, vai garantir uma redução de custos significativa. “A iniciativa, que já estava prevista no projeto de construção de fábrica, também vai trazer à companhia maior flexibilidade e competitividade em suas operações”, afirma o presidente da Eldorado, José Carlos Grubisich.

A obra representa uma importante etapa da política de desenvolvimento do Governo do Mato Grosso do Sul para atrair empreendimentos, gerar empregos e renda à população e integrar plano de desenvolvimento regional. “Com a entrega do ramal de gás natural a essa gigante do setor de celulose, vencemos mais um desafio. Os pesados investimentos anunciados pela Eldorado na construção de sua segunda linha de produção já estão proporcionando a Três Lagoas e ao nosso Estado valores agregados e, em especial, na oferta de empregos”, diz o governador Reinaldo Azambuja. Para que o combustível chegue até a fábrica em Três Lagoas, a estatal investiu R$ 58 milhões na construção de ramal exclusivo, com 40 quilômetros de comprimento.

“O gás natural é um energético competitivo, importante para a atração de investimentos e indústrias, com o novo gasoduto estamos garantindo energia mais limpa e mais barata. A MS Gás cumpre, com este investimento, uma das suas diretrizes estratégicas, que é proporcionar a viabilização de grandes investimentos, como este da Eldorado Brasil”, afirma o diretor-presidente da companhia, Rudel Espíndola Trindade Junior.

A troca da matriz energética demonstra que a Eldorado atua em linha com Política Nacional sobre Mudanças do Clima (PNMC). Por ter menor teor de enxofre em comparação com o óleo, o gás natural permite a redução de emissões de SOx (óxidos de enxofre), responsável pela chamada “chuva ácida”. “Buscamos a eficiência e a sustentabilidade em todas as etapas do processo produtivo, e o uso do gás natural é mais um passo que damos para nos mantermos como a empresa com menor custo de produção de nosso setor no mercado mundial, sempre considerando aspectos de preservação do meio ambiente”, comenta Grubisich.

Sobre a Eldorado

A Eldorado Brasil é uma empresa 100% nacional, controlada pelo Grupo J&F, com presença no mercado global de celulose branqueada de eucalipto - matéria-prima proveniente de florestas certificadas no Mato Grosso do Sul. Com um faturamento de R$ 3,8 bilhões em 2015, a empresa conta com uma unidade industrial altamente tecnológica em Três Lagoas (MS) com capacidade de produção anual de até 1,7 milhão de toneladas de celulose por ano, o que garante resultados competitivos e sustentáveis na produção. Em junho de 2015, a companhia deu início à construção de sua segunda linha produtiva, conhecida como Projeto Vanguarda 2.0, prosseguindo com o seu objetivo de ter o maior complexo de celulose do mundo.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar