acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Competição

Desafio internacional Inventar para o Planeta, acontece amanhã 14/02 e vai até segunda-feira, 16/02

13/02/2020 | 13h30

Entre os dias 14 e 16 de fevereiro, estudantes de engenharia de vários países participam do desafio internacional Invent for the Planet 2020 (Inventar para o Planeta), que nesta edição será realizado no campus da UFRJ, na Cidade Universitária. No evento, o Brasil será representado por alunos da Coppe e da Escola Politécnica, ambos da UFRJ, e do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet/RJ), sob a coordenação do professor da Coppe/Politécnica, Marcelo Savi e do professor do Cefet/RJ, Pedro Pacheco. O Invent for the Planet busca encontrar propostas criativas dos jovens para solucionar problemas globais.

No início desta semana, os organizadores divulgaram os temas sobre os quais os alunos vão se debruçar para desenvolver suas inovações. Liderado pela Texas A&M University dos Estados Unidos, o evento conta com a participação de universidades de vários países. Pelo Brasil, 70% dos inscritos são alunos da graduação, e 17% cursam mestrado e 13% doutorado em diversas áreas da engenharia como química, materiais, civil, sistemas e computação elétrica/eletrônica, controle e automatização, produção e mecânica.

“O evento reúne equipes com base em interesses comuns. Ano passado, os brasileiros foram os vencedores da disputa internacional, em uma finalíssima que reúne todos os anos as cinco melhores equipes do mundo no Texas”, explica o professor Savi, do Programa de Engenharia Mecânica (PEM) da Coppe.

Os estudantes serão desafiados a desenvolver soluções inovadoras para questões como: facilitar o uso de fontes de energia renováveis no ambiente urbano com o uso de tecnologia digital; segurança no trânsito; desenvolvimento de meios para contabilizar com precisão as populações sem-teto; incêndios florestais; fornecimento para demanda de energia renovável; gestão de resíduos na indústria da aviação; desenvolvimento de cidades inteligentes, combate a ‘fake news’; contribuir com pais que trabalham na criação de filhos; criar um material versátil e barato de produzir para fazer a indústria de alimentos superar a dependência das embalagens plásticas; construir um centro para que engenheiros construam os aviões do futuro de locais diferentes e de forma colaborativa; oferecer aos passageiros uma viagem aérea mais ágil e sem transtornos com bagagem e segurança; desenvolver formas de coletar e descartar corretamente os plásticos para conter a expansão de microplástico nos oceanos.

Sobre a disputa

O Invent for the Planet acontece, simultaneamente, em vários locais do mundo. Durante 48 horas, cada equipe formada por cinco ou seis estudantes trabalha em um dos desafios de projetos propostos pela organização do evento e interage com equipes de outros países. Além de trabalhar nas equipes locais para superar os desafios fornecidos, os estudantes serão incentivados a interagir, pela Internet, com equipes de outros locais do planeta.

A maratona começa na próxima sexta-feira, dia 14 de fevereiro, quando a partir das 14 horas (horário local) os grupos iniciarão as atividades em seus países. No sábado, dia 15 de fevereiro, os estudantes continuarão trabalhando ao longo do dia em seus projetos. No dia seguinte, domingo, 16/2, cada equipe tem 10 minutos para apresentar a inovação proposta a um comitê julgador composto por membros externos, representantes de instituições, órgãos e empresas vinculadas a atividades de pesquisa e inovação. Por volta das 17 horas serão anunciados os vencedores que irão disputar uma vaga na finalíssima que reúne as cinco melhores equipes do mundo.



Fonte: Redação/Assessoria Coppe
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar