acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Meio ambiente

Crivella quer tirar das ruas do Rio veículos movidos a combustíveis fósseis até 2030

10/07/2019 | 10h35

Hoje (10/07), o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, assumiu compromisso de implementar uma série de medidas ambiciosas para transformar o Rio de Janeiro em uma cidade mais verde, mais saudável e mais próspera.

Ao assinar a Declaração de Ruas Livres de Combustíveis Fósseis da C40 , a cidade do Rio de Janeiro se compromete a adquirir apenas ônibus de zero emissões nos contratos e concessões assinados a partir de 1º de janeiro de 2025; e a garantir que uma importante área da cidade seja transformada em uma zona de zero emissões até 2030. Essas políticas foram criadas com o propósito de combater a poluição atmosférica, melhorar a qualidade de vida para todos os cidadãos e ter ações direcionadas ao combate de mudanças climáticas.

O transporte no Rio de Janeiro representa 33% de todas as emissões de gases do efeito estufa e libera mais de 75% de poluentes atmosféricos altamente perigosos que causam doenças respiratórias e cardíacas, mortes precoces e internamentos em hospitais. Reduzir as emissões no transporte do Rio do Janeiro é uma estratégia para melhorar a saúde pública dos cidadãos e garantir a eles o direito de respirar ar puro e limpo na cidade.

Se todas as cidades-membro da C40 Cities atingirem os compromissos da Declaração de Ruas Livres de Combustíveis Fósseis da C40 e incentivarem os seus cidadãos a utilizarem métodos mais limpos de transporte, isso preveniria mais de 45 mil mortes precoces por ano.

A cidade do Rio de Janeiro se juntou a Londres (Inglaterra), Paris (França), Los Angeles (EUA), Copenhagen (Dinamarca), Barcelona (Espanha), Roma (Itália), Quito (Equador), Vancouver (Canadá), Cidade do México (México), Milão (Itália), Seattle (EUA), Auckland (Nova Zelândia) e Cidade do Cabo (África do Sul) e se tornou a 28ª cidade a assinar essa declaração.

Segundo o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Bezerra Crivella: "Por sermos uma das cidades mais movimentadas e populosas do mundo, estamos adotando medidas vitais para melhorar a qualidade do sistema de transporte da cidade do Rio de Janeiro de modo a reduzir a poluição atmosférica, fazer com que as ruas sejam mais seguras e oferecer transporte público eficiente e de alta qualidade para nossos cidadãos." 

O Prefeito do Rio de Janeiro assinou um decreto para substituir toda a frota de ônibus do sistema de transporte municipal por veículos de zero emissões (os veículos com emissões no tubo de escape serão substituídos, principalmente, por veículos movidos por células de combustível a hidrogênio e veículos com propulsão à bateria elétrica).

A cidade redigirá um relatório inicial sobre a atual situação do sistema de transporte municipal. Nesse relatório, tanto a frota municipal dos ônibus de transporte público quanto os demais veículos do transporte público municipal, como vans e carros, serão considerados. Esse documento oferecerá um panorama com embasamento técnico para que a cidade possa criar estratégias para substituir os veículos movidos a combustíveis fósseis por veículos de zero emissões. Da mesma forma, os dados do relatório permitirão que se determine qual é a infraestrutura necessária para realizar essa mudança sem que o desempenho do sistema de transporte público municipal seja prejudicado.

O diretor executivo da C40 Cities, Mark Watts, afirma que: "A poluição atmosférica causada por veículos movidos a gasolina e diesel é responsável por mortes precoces de milhões de pessoas em áreas urbanas de todo o mundo. Além disso, as emissões desses veículos contribuem para a crise climática que ameaça as vidas dos seres humanos.. Ao estabelecer o compromisso de assinar a Declaração de Ruas Livres de Combustíveis Fósseis da C40 , Marcelo Crivela, prefeito da cidade do Rio de Janeiro, está garantindo um futuro mais saudável e sustentável para os cidadãos da cidade, além de contribuir para a liderança global dos prefeitos que combatem o colapso climático."

As cidades-membro signatárias da Declaração de Ruas Livres de Combustíveis Fósseis da C40 "imaginam um futuro em que a maioria das pessoas se deslocam a pé, de bicicleta e em modalidades de transporte compartilhado nas áreas urbanas." Portanto, as cidades se comprometem a: 

aumentar as taxas de deslocamentos a pé, de bicicleta e em transporte público compartilhado;

reduzir o número de veículos poluentes nas ruas das cidades;

ser exemplo de liderança sustentável ao adquirir veículos de zero emissões para as frotas de transporte público urbano;

trabalhar em parceria com fornecedores, operadores de frotas e empresas para acelerar a adoção de veículos de zero emissões e reduzir a quantidade de quilômetros percorridos por veículos dentro das cidades.

A cada dois anos, as cidades reportarão à C40 os progressos alcançados no tocante à implementação das metas contidas na declaração supracitada.  

Informações sobre o Grupo de Liderança em Mudança Climática da C40 - Em todo o mundo, a C40 Cities conecta 94 das maiores cidades do planeta. Essas cidades estão dispostas a lutar firme contra a mudança climática para que possamos ter um futuro mais saudável e sustentável. As cidades-membro congregam mais de 700 milhões de cidadãos e 25% da economia mundial. Os prefeitos das cidades-membro da C40 estão comprometidos em alcançar as metas mais ambiciosas do Acordo de Paris no contexto municipal, bem como, limpar o ar que respiramos. A atual presidente da C40 é a prefeita de Paris Anne Hidalgo. Além disso, Michael R. Bloomberg, que foi prefeito da cidade de Nova York por três mandatos, é o presidente do conselho diretivo. O trabalho da C40 é viabilizado pela contribuição de três fontes de fomento: Bloomberg Philanthropies, Children's Investment Fund Foundation (CIFF) e Realdania.



Fonte: Redação/Assessoria
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar