acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Produção

Contratos em regime de partilha produziram 9,3 milhões de barris de petróleo no primeiro semestre de 2020

12/08/2020 | 15h29
Contratos em regime de partilha produziram 9,3 milhões de barris de petróleo no primeiro semestre de 2020
Divulgação PPSA Divulgação PPSA

Os três contratos em produção em regime de partilha – Área de Desenvolvimento de Mero, Entorno de Sapinhoá e Sudoeste de Tartaruga Verde – produziram 9,3 milhões de barris de petróleo e 51 milhões de metros cúbicos de gás natural (disponíveis para comercialização) no primeiro semestre de 2020. Os dados fazem parte do Boletim Mensal dos Contratos de Partilha de Produção elaborado pela Pré-Sal Petróleo e divulgado nesta quarta-feira (12). Nesse período, a União teve direito a uma parcela de 1,7 milhão de barris de petróleo e de 18,4 milhões de metros cúbicos de gás natural.

A Área de Desenvolvimento de Mero iniciou a produção em novembro de 2017. Entorno de Sapinhoá entrou em produção em novembro de 2018; e Sudoeste de Tartaruga Verde, em dezembro de 2018. Desde então, a produção acumulada dos três contratos é de 40,6 milhões de barris de petróleo e 162 milhões de metros cúbicos de gás.

Produção diária de petróleo

No mês de junho, a média diária da produção total dos três contratos foi de 46 mil bpd, sendo 26 mil bpd na Área de Desenvolvimento de Mero, 9 mil bpd em Entorno de Sapinhoá e 11 mil bpd em Sudoeste de Tartaruga Verde. Esse resultado superou em 9,5% o registrado em maio de 2020 e foi 25,8% inferior ao de junho de
Institucional2019. A produção da Área de Desenvolvimento de Mero é a que tem maior peso nos resultados. Em junho, ainda que atividades tenham sido interrompidas em cinco dias por conta de condições meteoceanográficas (ondas acima de quatro metros) e uma queda da geração principal no FPSO, a produção voltou a crescer. Mesmo assim, após as paradas ocorridas em fim de abril e maio para a troca da linha de 8 polegadas pela linha de serviço de 6 polegadas, a produção seguirá limitada até que a segunda linha, também de 6 polegadas, seja instalada (previsão para o quarto trimestre de 2020).

A União teve direito a uma parcela da produção de 8,7 mil bpd em junho, sendo 3,9 mil bpd na Área de Desenvolvimento de Mero, 4,8 mil bpd em Entorno de Sapinhoá e 25 bpd em Sudoeste de Tartaruga Verde, registrando um aumento de 70,6% em comparação a maio de 2020 e de 13% em relação a junho de 2019. O aumento da parcela da União em junho foi puxado pela maior contribuição do Entorno de Sapinhoá, que gerou um maior volume de excedente em óleo a ser partilhado.

Produção diária de gás natural

Os contratos Entorno de Sapinhoá e Sudoeste de Tartaruga Verde registraram uma produção total com média diária de 260 mil m³/dia de gás natural, sendo 176 mil m³/dia em Entorno de Sapinhoá e 84 mil m³/dia em Sudoeste de Tartaruga Verde. Esse resultado, se comparado a maio de 2020, foi 9,7% inferior; entretanto, foi 3,6% superior em relação a junho de 2019.

A parcela média diária da União como excedente em gás natural em junho de 2020 foi de 97 mil m³/dia, referente aos contratos de Entorno de Sapinhoá (97.091m³/dia) e Sudoeste de Tartaruga Verde (192m³/dia). O gás natural produzido em Mero não teve aproveitamento comercial até o momento.

O Boletim Mensal dos Contratos de Partilha de Produção é elaborado pela Superintendência de Desenvolvimento de Produção da Pré-Sal Petróleo tendo como base as regras dos contratos de partilha, os dados de produção e custos fornecidos pelos operadores e o preços de referência de petróleo da Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Acesse o Boletim Mensal dos Contratos de Partilha de Produção de junho:

http://www.presalpetroleo.gov.br/ppsa/conteudo/boletim_mensal-junho-fase2_(1).pdf

 



Fonte: Redação/Assessoria PPSA
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar