GLP

Com uma produção de 697.865 m³ de GLP, unidade da Petrobras em Caraguatatuba bate recorde anual

Redação TN Petróleo, Agência Petrobras
23/01/2024 22:08
Com uma produção de 697.865 m³ de GLP, unidade da Petrobras em Caraguatatuba bate recorde anual Imagem: Divulgação Visualizações: 402 (0) (0) (0) (0)

A Unidade de Tratamento de Gás da Petrobras em Caraguatatuba - UTGCA, localizada no litoral norte de São Paulo, bateu, em 2023, recorde anual de produção de GLP (gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha), com 697.865 m³ (361.110 toneladas). Para se ter uma ideia desse número, ele é equivalente a mais de 27 milhões de botijões de gás de 13 kg.

Esse recorde fecha um ano de bons resultados da unidade. Em julho, o recorde mensal de produção foi superado, com 72.442 m³ (37.446 toneladas). O recorde anterior era de 36.409 toneladas, registrado em outubro de 2022. Também em julho, a UTGCA atingiu a maior proporção histórica diária de processamento na camada do pré-sal, alcançando 73%.

"Esse recorde se deve ao melhor aproveitamento das correntes de hidrocarbonetos de cadeia mais longa. Em outras palavras, isso significa que a unidade recebeu um gás mais adequado para formar o GLP e ainda trabalhou com um ajuste mais otimizado para a formação desse produto", explica o gerente executivo da área de Processamento de Gás da Petrobras, Wagner Felicio.

As unidades de processamento recebem gás proveniente de plataformas marítimas, tanto do Pré-Sal quanto do Pós-Sal, a partir de tubulações denominadas de rotas de escoamento, que interligam os campos de produção em mar até as unidades em terra. Após o tratamento na unidade de processamento, esse gás é separado em três produtos: gás natural, porção mais leve da mistura; GLP (gás de botijão); e o C5+, porção mais pesada, sendo um produto intermediário cujo processamento é finalizado na Refinaria Henrique Lage - Revap, em São José do Campos (SP).

O aumento da proporção de gás do pré-sal no processamento da unidade trouxe importantes benefícios para a produção. A melhoria na utilização dos ativos de processamento contribui decisivamente para a produção de óleo e gás da Petrobras e para uma oferta maior ao mercado.
 
Sobre a UTGCA e o caminho do gás -  A Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA) está instalada no município paulista de Caraguatatuba. A unidade tem capacidade para processar diariamente até 20 milhões de m³ de gás natural, oriundo de diversas plataformas, interligadas à Plataforma de Mexilhão (PMXL-1), instalada a cerca de 140 quilômetros da costa. De lá, o produto chega à UTGCA por meio de um gasoduto. Depois do processamento na UTGCA, outro gasoduto leva o gás natural até a cidade de Taubaté (SP), de onde é lançado na malha de gasodutos da Petrobras, seguindo para distribuição. O GLP e o C5+ são enviados para São José dos Campos por meio dos oleodutos Caraguatatuba-Vale do Paraíba (Ocvap I e Ocvap II, respectivamente), de onde são distribuídos ao mercado.

Mais Lidas De Hoje
veja Também
Sergipe Oil & Gas 2024
Fábio Mitidieri discute com Petrobras novas estratégias ...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Será inaugurado terça-feira (23/07), o gasoduto que inte...
23/07/24
Sergipe Oil & Gas 2024
Semana do Petróleo, Gás e Energia começa em Sergipe
23/07/24
Apoio Offshore
CBO assina com Equinor para operar PSV Delta Cardinal
22/07/24
Oportunidade
Subsea7 oferece diversas vagas de emprego onshore e offs...
22/07/24
Oportunidade
ICONIC desenvolve banco de talentos exclusivamente para ...
22/07/24
Fenasucro
Brasil terá 20 novas biorrefinarias de etanol de milho n...
22/07/24
Bacia de Campos
Sonda Valaris DS-17 fará a perfuração do projeto Raia no...
22/07/24
Combustíveis
No fechamento do semestre, os combustíveis mais caros fo...
22/07/24
Estudo
Coral invasor é resistente a compostos biocidas usados e...
22/07/24
Etanol
Anidro cai 0,98% após 5 semanas em alta; hidratado fecha...
22/07/24
Petroquímica
Petrobras e Braskem concluem testes de produto químico c...
19/07/24
Terminais
Vast e Vibra fecham acordo de 20 anos para movimentação ...
19/07/24
Gasodutos
SCGÁS: Primeiro semestre de 2024 é marcado por avanços n...
19/07/24
Pessoas
Cristiane Schmidt assume presidência da MSGÁS
19/07/24
Energia Elétrica
Com 5,7 GW instalados, expansão da matriz elétrica brasi...
19/07/24
Certificação
FPSO Bacalhau é primeiro no mundo a receber a notação DN...
18/07/24
Certificação
Porto do Açu Operações recebe certificação internacional...
18/07/24
Premiação
ComBio é premiada com Selo Verde de Sustentabilidade
18/07/24
Evento
Repsol Sinopec lança primeiro desafio para buscar soluçã...
18/07/24
Rio Grande do Norte
Exploração e desenvolvimento das Bacias da Margem Equato...
18/07/24
VEJA MAIS
Newsletter TN

Fale Conosco

Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.