acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Energia elétrica

Com investimentos de mais de R$ 1,1 bilhão, MME dá continuidade ao programa Luz Para Todos

16/09/2019 | 08h11

O Ministério de Minas e Energia dá sinal verde à continuidade das obras do Programa Luz Para Todos (LPT) em 11 estados em 2020. A meta é realizar 95.052 ligações com investimentos de mais de R$ 1,1 bilhão para levar energia elétrica para moradores no meio rural ainda sem acesso a este serviço público. A Portaria, assinada pelo Ministro de Minas e Energia Bento Albuquerque, que aprova a proposta de orçamento da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) foi publicada hoje, 13, no Diário Oficial da União (DOU).

Os Estados com maior número de pessoas sem atendimento elétrico receberão a maior parte dos recursos. A Bahia receberá 445 milhões de reais, seguido por Maranhão (172 milhões de reais), Piauí (106,5 milhões de reais) e Pará (105 milhões de reais). Outros estados também serão comtemplados: Acre (AC), Amazonas (AM), Amapá (AP), Goiás (GO), Mato Grosso (MT), Rondônia (RO) e Roraima (RR). Veja tabela ao lado.

O LPT atua no desenvolvimento econômico e social, contribuindo para a redução da pobreza e da fome nas comunidades atendidas. Em 15 anos de existência do LPT, mais de 16 milhões de brasileiros foram beneficiados com 3,5 milhões de ligações realizadas. Apenas em 2018, foram realizadas mais de 53 mil novas ligações, beneficiando mais de 212 mil pessoas.

Atualmente 15 estados já foram universalizados, ou seja, atingiram a meta total de atendimento. São: Alagoas (AL), Ceará (CE), Espírito Santo (ES), Minas Gerais (MG), Mato Grosso do Sul (MS), Paraíba (PB), Pernambuco (PE), Paraná (PR), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (RN), Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC), Sergipe (SE), São Paulo (SP) e Tocantins (TO). A meta do Programa é concluir a universalização do País até 2022, atendendo a toda a demanda passível de ligação com extensão de rede.

Com o acesso à energia elétrica, as melhorias trazidas para a vida das pessoas do campo são muitas: aumento da renda familiar, melhores condições na saúde, oportunidades de trabalho, segurança nas comunidades e retorno aos estudos. Segundo pesquisa realizada pela MDA Pesquisas, 93% das pessoas entrevistadas afirmaram aumento de qualidade de vida.



Fonte: Redação/Assessoria MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar