acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
P&D

Centro de pesquisas da Petrobras é ampliado

08/10/2010 | 10h40
Centro de pesquisas da Petrobras é ampliado
Centro de pesquisas da Petrobras é ampliado Centro de pesquisas da Petrobras é ampliado
Foi inaugurada ontem (7), a ampliação das instalações do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes). Com a expansão, o empreendimento da Petrobras passa a ser um dos maiores complexos de pesquisa do mundo, com mais de 300 mil m². A estatal é hoje a empresa que mais investe em ciência e tecnologia no país.


Localizado no Rio de Janeiro, o Cenpes conta com diversos laboratórios destinados a atender as demandas tecnológicas das áreas de biotecnologia, fertilizantes, biocombustíveis, reuso de água, petroquímica e avaliação do meio ambiente nos locais onde a empresa opera ou pretende operar.


Com a ampliação o centro de pesquisas contará também com modernos laboratórios para atender exclusivamente as demandas do pré-sal. Das dez alas de novos labratórios, cinco são dedicadas ao pré-sal, com foco na caracterização de rochas e interação dessas rochas com os diversos fluidos presentes (petróeleo, gás natural, água, CO2 etc.).


Durante o evento, o gerente executivo do centro de pesquisa, Carlos Tadeu Fraga, informou que a expansão do Cenpes é uma das estratégias da Petrobras para amplição da capacidade experimental do parque tecnológico brasileiro. O executivo indicou também que o investimento da Petrobras em tecnologia é cinco vezes mais do era há uma década. “Nos últimos três anos, fomos responsáveis por um dos cinco maiores investimentos em pesquisa e tecnologia do mundo”, disse.


Na ocasião, o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo,  ressaltou que a ampliação gerou cerca de seis mil empregos diretos e quinze mil empregos indiretos durante a execução da obra.


A inauguração também contou com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de representantes da Petrobras e de diversas autoridades. Eles visitaram as instalações do Laboratório de Petrogeofísica e o Núcleo de Visualização Colaborativa (NVC), com ambientes para o desenvolvimento de estudos e projetos com simulação tridimensional.


Em seu discurso, Lula parabenizou a iniciativa e enfatizou que ela é parte da proposta de Ciência e Tecnologia, idealizada pela comunidade científica e concretizada pelo Ministério de Ciencia e Tecnologia. “O Cenpes dá direito aos gestores do Rio de Janeiro de dizerem ao mundo que esse é um estado tecnológico, porque este centro é o maior do hemisfério sul. Valeu a pena a gente acreditar na indústria nacional, na mão-de-obra nacional e na geração de emprego e renda no Brasil”, revelou.


Fonte: Redação
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar