acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Aço

ArcelorMittal elevará investimento em 2010

29/10/2009 | 09h59
A ArcelorMittal pretende aumentar seus investimentos em cerca de 50% no ano que vem, para aproveitar as oportunidades de crescimento nos mercados emergentes, uma vez que aumentam os sinais que apontam para uma ampla recuperação da indústria siderúrgica.
 

Lakshmi Mittal, presidente do conselho de administração e principal controlador da maior produtora de aço do mundo, disse ao “Financial Times” que os investimentos da companhia em 2010 deverão ficar entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões, contra os US$ 3 bilhões de 2009.
 

“Estamos de olho em iniciativas de crescimento em parte do mundo onde a demanda por aço deverá crescer a uma taxa razoável, em linha com a expectativa de recuperação”, disse Mittal.

Os países onde os investimentos da companhia deverão aumentar são o Brasil, Cazaquistão e África do Sul, onde o grupo já tem unidades de produção.

A companhia também quer aumentar sua presença na China – país onde ela já tem duas joint ventures na área de produção com siderúrgicas chinesas -, embora os planos de investimentos com seus parceiros ainda estejam sendo finalizados. A presença da ArcelorMittal na China ainda é pequena, o que é uma fonte de preocupação para Lakshmi Mittal, já que o país responde por cerca de 40% do aço consumido no mundo.

“A demanda em muitas partes do mundo está voltando ao normal, mas a maior parte do consumo extra vai ocorrer nos mercados emergentes, e não nos Estados Unidos e Europa”, disse o empresário. Mittal deu as declarações depois que a ArcelorMittal, cuja sede fica em Luxemburgo, anunciou que voltou a ter um lucro líquido no terceiro trimestre, depois de três trimestres seguidos de prejuízos.

No terceiro trimestre, o lucro líquido da companhia foi de US$ 903 milhões, bem abaixo do total do mesmo período do ano passado, que atingiu US$ 3,8 bilhões. No entanto, nos três trimestres de outubro até junho, a companhia teve um prejuízo acumulado de US$ 4,5 bilhões.

As vendas no terceiro trimestre deste ano foram de US$ 16,2 bilhões, uma queda de mais de 50% sobre o resultado do mesmo período de 2008, quando foi registrado US$ 35,2 bilhões.

Lakshmi Mittal espera um lucro antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações (lajida) de US$ 2 bilhões a US$ 2,4 bilhões para o quarto trimestre. O lajida é considerado pela companhia siderúrgica o melhor indicador de seus lucros.

O lajida do terceiro trimestre foi de US$ 1,6 bilhão, que ficou dentro das diretrizes anteriores da companhia, de um resultado entre US$ 1,4 bilhão e US$ 1,8 bilhão. Embora o mais novo lajida represente uma grande queda em relação ao número comparável de US$ 8,6 bilhões para o terceiro trimestre de 2008, ele foi confortavelmente maior que o registrado no segundo trimestre deste ano, de US$ 1,2 bilhão.

A ArcelorMittal disse que os embarques feitos a partir de suas fábricas espalhadas pelo mundo aumentaram 7% nos três meses até o fim de setembro, comparado ao trimestre anterior, uma vez que, com os sinais de aumento da demanda, a companhia começou a reabrir unidades que haviam sido desativadas.


Fonte: Valor Econômico
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar