Utilizamos cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que você concorda com a nossa política de privacidade, termos de uso e cookies.

acesso a redes sociais
  • tumblr.
  • twitter
  • Youtube
  • Linkedin
  • flickr
conecte-se a TN
  • ver todas
  • versão online
  • Rss
central de anunciante
  • anunciar no site
  • anunciar na revista
Evento

ANP apresenta oportunidades de investimentos no Brasil em evento internacional

07/04/2021 | 18h35

A ANP realizou hoje (7/4), em parceria com a Apex-Brasil, o webinar Brazil-Gulf Cooperation Council Forum. O evento, que contou com um público de investidores dos países da região do Conselho de Cooperação do Golfo, teve como tema "Investment and Partnerships Opportunities in the Oil&Gas Market 2021".

Em sua palestra, "Overview of the Oil&Gas Sector & Investment Opportunities", o diretor-geral da ANP, Rodolfo Saboia (foto), traçou um panorama do setor no Brasil e ressaltou que a indústria brasileira demonstrou resiliência diante da crise causada pela pandemia de Covid-19. "Estamos bem posicionados para nos recuperar quando a situação se normalizar. Estamos passando por uma transformação sem precedentes e continuamos fazendo progressos na abertura do setor de petróleo e gás", afirmou.

No segmento de exploração e produção, Saboia destacou que, "com novos investimentos em campos maduros, desenvolvimento dos campos do pré-sal e um calendário de rodadas, o Brasil está pronto para aumentar sua produção e ganhar liderança no setor". Ele apresentou ainda as oportunidades nas próximas rodadas de licitação previstas para 2021, a 17ª Rodada no regime de concessão, a 2ª Rodada de Cessão Onerosa e possíveis novos ciclos da Oferta Permanente.

No downstream, o diretor-geral falou sobre a venda de metade da capacidade de refino pela Petrobras e lembrou que "medidas estão sendo tomadas para lidar com a transição para esse novo ambiente e trazer competitividade ao setor de distribuição". Já com relação ao segmento de gás natural, Saboia focou nas oportunidades que resultarão da abertura do mercado: " o Brasil tem um grande potencial para desenvolver seu mercado de gás. A produção irá mais do que dobrar até 2030 e o governo está trabalhando para garantir a monetização desse gás".

Também participaram do evento representantes da Apex-Brasil e de empresas do setor de petróleo e gás, que apresentaram experiências bem-sucedidas, soluções inovadoras e oportunidades de parcerias entre empresas nacionais e estrangeiras.



Fonte: Redação TN Petróleo/Assessoria MME
Seu Nome:

Seu Email:

Nome do amigo:

Email do amigo:

Comentário:


Enviar